Escuta de si

Há alguns dias, alguns momentos, em que tratarias de partilhar alguma coisa boa vista ou descoberta. Talvez a poça d´água no estacionamento do prédio, a tremer esta manhã quando estavas por sair com o carro. Ou outras poças de água que viste nas tuas andanças pela cidade hoje de manhã ou de tarde. Ou alguns rostos queridos vistos na Secretaria de Saúde da Prefeitura. Ou algum aninhamento que te aguarda nesta primeira jornada de uma mais atenta escuta de ti mesmo. Pode haver um silêncio. Podes te escutar. Estás aqui. O que tens a dizer, ou a ser?

Deixe uma resposta