URGENTE: Morador do Pavão-Pavãozinho (RJ) é preso injustamente e pode ser levado pra POLINTER

Maurício Pedro, testemunha da recente execução de André de Lima Cardoso Ferreira por um dos policiais da UPP/Pavão-Pavãozinho, foi preso hoje, após um suposto flagrante de um roubo de um cordão.

Maurício foi levado para a 14ª DP, onde prestou depoimento.

Maurício estava trabalhando no horário informado pelos policiais que registraram o crime – diferença de horário já confirmada no depoimento do patrão de Maurício, que se prontificou a depor a favor da idoneidade do empregado. A síndica do prédio onde ele estava trabalhando também se disponibilizou a depor, caso seja necessário.

Os policiais insistem na versão do flagrante e a última informação que tivemos é que Maurício será levado para a POLINTER.

É urgente a presença de um advogado no local, para impedir mais essa arbitrariedade da série que vem sendo cometida contra os moradores do Pavão-Pavãozinho e Cantagalo.

Mais informações: (21) 7566-5288 / 9490-2186 / 9145-2930

Comissão de Comunicação da Rede contra a Violência
comunicacao.rede@gmail.com

Deixe uma resposta