UFRJ Vermelha: Roberto Leher é eleito reitor com votação expressiva entre os estudantes

     Em meio ao avanço das forças conservadoras no país, a vitória da chapa “UFRJ Autônoma, Crítica e Democrática” na eleição para a reitoria da maior universidade federal do país, foi uma conquista histórica da esquerda e dos movimentos engajados na luta por uma universidade pública, gratuita e voltada aos anseios da sociedade. A apuração final divulgada nesta sexta-feira, 8 de maio, confirmou a vitória da chapa encabeçada pelo professor Roberto Leher (Faculdade de Educação) e pela professora Denise Nascimento (Faculdade de Odontologia).

Foto usada na campanha. Leher e Denise Nascimento
Roberto Leher e Denise Nascimento. Foto usada na Campanha (Divulgação).

     Diante da lógica paritária, onde cada segmento tem peso de 1/3 na proporção do votos, adotada no processo eleitoral da UFRJ, a expressiva participação estudantil foi decisiva para a vitória chapa 20. Esta contabilizou 9.538 votos entre os estudantes, 2.694 entre os servidores técnicos-administrativos e ainda 1.119 votos entre os docentes. Como o processo eleitoral leva em consideração o total possível de votantes de cada categoria, a chapa de Roberto Leher obteve 23,74% dos votos, contra 22,95% da chapa adversária.  Em razão dos compromissos de campanha definidos pela chapa vencedora, esta também é uma grande vitória de todos que lutam por uma universidade pública, popular, gratuita e de qualidade

Veja o resultado em números absolutos, com a paridade ideal e  a paridade ponderada, adotada pela Universidade:

11201624_1616650818592584_5160169019852031927_n (Divulgação Chapa 20, “UFRJ Autônoma, Crítica e Democrática”)


				
			
	
	
	

Deixe uma resposta