O nome disso é racismo


O nome disso é RACISMO. Vergonha do racismo da @SporTV e da @rede_globo. Governo brasileiro deveria pedir desculpas oficiais e notificar emissora.
Veja o vídeo acima e leia no texto de Cristina P. Rodrigues:
“O jornal paraguaio La Nación diz que a Laranja Mecânica foi responsável por “acallar a la soberbia brasileña”. E por “brasileira” ele se refere à Rede Globo, não ao país como um todo, como fica claro logo nas frases seguintes. A crítica se dirige especialmente à SporTV, canal fechado que pertence à emissora e que divulgou um vídeo desrespeitoso [acima] à Seleção Paraguaia e ao Paraguai, a seu povo.
O desrespeito vai além do futebol, segundo o jornal: “ironizan sobre nuestras comidas y nuestras costumbres”, em linguagem debochada. O único valor paraguaio apresentado pelo vídeo é Larissa Riquelme, a “novia del Mundial”. Além de agressivo com os paraguaios, o curta é machista. Desvaloriza todo um povo e todo um gênero. As mulheres são vistas como objetos.
A matéria se coloca ao lado de Dunga pela resistência aos abusos da Globo. E completa: “La Naranja Mecánica se encargó así de hacer justicia y dar una gran lección a quienes tienen en el corazón una rabia innecesaria hacia una nación pobre pero digna”.
Mesmo que o grau de deboche fosse exagerado pelos paraguaios, chamaria a atenção que a Globo já vem recebendo críticas internacionais por conta da sua irresponsabilidade na forma de fazer jornalismo. Mas não é o caso, a ironia é de fato extremamente ofensiva. O vídeo trata o nosso vizinho como um país desprovido de quaisquer qualidades, feio, triste, pobre. É asqueroso.
Debochar de outros países extrapola os limites do esporte, do futebol, e avança no terreno político. São as relações internacionais brasileiras, são povos, são culturas. Pode haver diferenças, mas não há como definir melhores e piores. É aí que entra o respeito. Ou deveria entrar.
A Globo transferiu a ironia que dedica à política externa do governo Lula ao futebol. Fez mal, muito mal. E ficou bem feio.”

11 comentários sobre “O nome disso é racismo”

  1. Pingback: Tweets that mention :: Fazendo Media: a média que a mídia faz :: » O nome disso é racismo -- Topsy.com

  2. gustavo
    nao foi só na tv fechada que a globo foi desnecessária. vi o jogo entre paraguai e espanha pela globo. belo jogo que dá vergonha em qualquer brasileiro. o paraguai lutou até o fim por uma vitória, um empate e saiu de cabeça erguida. lindo o jogador Cardoso que perdeu o pênalti sero consolado por seus adversários que claramente perceberam a luta que os paraguaios travaram. aí vem logo após o jogo aquele asqueroso programa comandado pelo jornalista Tiago Leifer e lamenta a derrota do paraguai pq a modelo nao cumpriria a sua promessa.
    em nenhum momento falaram da qualidade do jogo, dos jogadores ou compararam com o horror dos nossos jogadores no jogo do dia anterior. o mesmo fez o JN e quase não mencionou o Paraguai colocando a sua abordagem apenas sobre a derrota da seleção Argentina que foi demonizada sem razão nenhuma. nesse momento tenho vergonha de ser brasileira e ter como canal dominante a Rede Globo. acho que a sport tv e esse Tiago Leifer tinham quer ser processados por parcialidade medíocre, idiota e mesquinha…
    (desculpe o longo comentário, mas é revoltante…)

  3. O que se pode esperar de uma corja de mídia comandada pela CIA e plantada pelos EUA no maior país da AL para travar nosso país e de nossos irmaos hispanicos?? Só isso mesmo. além do racismo o interesse principal é político, claro. A intençao é desmoralisar o governo de esquerda de Fernando Lugo, que vem tirando o país da lama que o império sempre lhe impos, porque sabem que o Paraguai é estratégico nos planos de dominaçao da AL pelo império capitalista parasitário do norte.
    Um pouco, é isso…

  4. eu nao acho que isso foi racismo. O paraguay e um pais atolado em corrupcao, onde o presidente e um ex padre que tem um monte de filhos que nao reconhece. inventem outra coisa pra discutir

  5. Carlos, em nenhum momento se falou da corrupção ou do passado do presidente no video feito pela Sport tv. agora, aceitar esse tipo de caracterização do paraguai é aceitar que o brasil é um lugar onde suas mulheres saem nuas quase todos os dias e começam a sambar do nada e que o povo só come feijoada todo dia…entende a diferença de perspectiva em relação ao país? isso é racismo sim pq está descriminando características de um povo a partir de um olhar preconceituoso e o que é pior, de estrangeiro. é o olhar de fora que descrimina.

  6. Racismo, preconceito, não importa. O fato é que a matéria foi muito desrespeitosa, muito mesmo.
    A “Sport” TV não fala nossa língua e não representa nossa opinião.

Deixe uma resposta