FAFERJ e comunidades na Rio+20 e Cúpula dos Povos

Por Ricardo Felix

Reunião na FAFERJ (16/5)

Em reunião realizada no dia 16 maio de 2012, às 16h, na FAFERJ ( Federação das Associações de Favelas do Estado do Rio de Janeiro), foi discutida a participação das comunidades associadas  nas atividades autogestionadas da Cúpula dos Povos, que ocorrerá paralelamente ao evento internacional Rio +20. Participaram  da reunião representantes de várias  comunidades, movimentos sociais, centrais sindicais e entidades ambientalistas.

Sob a direção do Pres.  Rossino Castro Diniz, foram discutidos os investimentos e investidas do poder público nas favelas. O Estado foi flagrado em contradições significativas, quanto a sua atuação nas comunidades – onde habita e vive cerca de 73% da população carioca.  Em todas as exposições ficaram consignadas falhas na presença do poder público junto essa laboriosa população. Desde a desinstrução escolar, com fechamento ou sucateamento  de escolas, ausência de saneamento básico, controle de vetores de Dengue, Malária.

As intervenções do Estado, com apoio da mídia comercial, até aqui, responsabilizaram essa população pela falta de serviços, os quais sempre foram seu direito, e dever do governo. O mesmo governo que, com a instalação das UPP’s, avança nas remoções compulsórias. Numa grilagem dos  espaços de moradia do povo, para se locupletar com a especulação imobiliária.

3 comentários sobre “FAFERJ e comunidades na Rio+20 e Cúpula dos Povos”

  1. Sua pasta tem muito poucas enformações sobre o direitos,deveres,vantagens de moradores de comunidades.Gostaria que está federação enformasse de uma forma mas clara os direitos de moradores de comunidades;Gostaria de saber também quais as obrigações das Associações,aguardo maiores informações.

  2. Atenção, atenção!!!!!!!!!!!!!!
    Os responsáveis pela eleição para presidência da comunidade do Morro do Adeus estão “maculando” o pleito a favor de uma determinada chapa, com a complacência do capitão local da UPP!!!!!!!!!!!!
    Numa reunião de última hora, ocorrida ontem (23/08/2012), sem a presença de todas as chapas (não houve aviso oficial antecipado), foi feita mudanças na forma de como transcorrerá o pleito:
    – Proibiram na calada da noite moradores de ruas tradicionais da comunidade de votarem, como também retiraram partes geográficas substanciais da comunidade, que tradicionalmente incorporava e era atendida pela a associação de moradores do morro do Adeus, contrariando o que fora aprovado na última assembléia por todos os representantes de chapas e moradores, na estação do teleférico do Adeus, na presença do Cap. Vinícius e do presidente da FAFERJ.
    – Proibiram de votar proprietários de imóveis locais que moram fora da “nova geografia”, mas com vínculos diários com a comunidade.
    – Proibiram de votar comerciantes e pequenos empresários locais que moram fora da “nova geografia”, mas com todo horário comercial passando na comunidade do Adeus.
    – Retiraram o local de votação da sede da associação de moradores para outro local de influência de uma determinada chapa, facilitando a assim a vitória da mesma.
    Em tempo:
    Todos estes abusos estão sendo feitos sob os olhos do Cap. Vinicius da UPP do Adeus-Baiana, organizador do pleito.
    Neste contexto, a chapa 05 esta se retirando da disputa, pois acreditamos que o pleito esta fora de controle e sendo manipulado pelos agentes da UPP, Os verdadeiros organizadores da eleição para presidência da associação da comunidade do Adeus.
    Estamos distribuindo este manifesto na comunidade, para a imprensa e órgãos competentes, como também disponibilizando no Link abaixo, na internet:
    tvcentraldocomplexodoalemao.blogspot.com.br

  3. Boa noite, gostaria de saber se vocês da faferj saber se ha algum projeto para a vila da amizade com relação a alguma remoção de casas, ou alguma coisa do tipo, agurdo resposta, paraesclarecimento, obrigado,

Deixe uma resposta