DOCENTES EM GREVE DA UFPB: À PRESIDENTE DA REPÚBLICA DILMA ROUSSEFF

A assembleia dos professores em greve da Universidade Federal da Paraíba aprovou por unanimidade a seguinte moção:

“Cerca de 97% das assembleias de base decidiram continuar a greve, a federação Proifes, com a qual o seu governo acabou de assinar um acordo, não representa este conjunto. A proposta de acordo apresentada pelo governo não atende a reestruturação da carreira para melhorar nossas condições de salário e trabalho.

Todos sabemos que existem recursos para atender as nossas reivindicações, bastaria o governo adotar outra política, deixando de destinar bilhões do dinheiro público na forma de isenções de impostos e outros incentivos à iniciativa privada, grandes empresários e multinacionais que só no ano passado, por exemplo, receberam r$ 184 bilhões, valor quase 43 vezes maior do que os parcos R$ 4,2 bilhões que seriam destinados aos docentes federais. Há recursos para atender nossa pauta.

Estamos dispostos a negociar com o governo para termos uma proposta que atenda as nossas reivindicações. Por isso, nos dirigimos a vossa excelência, presidente Dilma Rousseff, para que determine a reabertura de negociações com o comando unitário que representa as entidades locais e nacionais em greve.”

João Pessoa, 22 de agosto de 2012.

Deixe uma resposta