Ditadura nunca mais!

Crimes contra a humanidade são imprescritíveis. Sequestro, tortura, desaparecimento de pessoas, são crimes contra a humanidade. Comete crime não apenas quem executa a ação criminosa, mas também quem a exalta, aplaude, elogia.

É necessário recordar e advertir a quem pratica estes crimes, que os mesmos são passíveis de processo e punição, nos termos da lei. Hoje é um dia de triste memória para o Brasil.

Foi instalada uma ditadura que não apenas agrediu a própria população praticando crimes que algumas pessoas aplaudem, incorrendo nos termos do que acabamos de advertir, mas ainda entregaram o patrimônio nacional ao capital estrangeiro.

Cederam a soberania do país à dominação externa. Lesaram a economia nacional, empurrando massas de pessoas para a fome, o desemprego, a mendicância. Fizeram do Brasil um país exemplo do que não devia ser imitado.

A muito custo, setores do operariado, dos movimentos católicos, dos estudantes, dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, dos organismos de direitos humanos, do jornalismo, enfim, o setor sadio da cidadania, recuperaram o Brasil para a decência. Para o império da justiça. Para o respeito aos Direitos Humanos.

Hoje está instalado o império da delinquência política institucionalizada.

O parasitismo e a verborreia inconsequente. A população morrendo sem vacina, sem emprego, sem salário digno, sem educação de qualidade, desinformada, confundida. Isto não vai durar para sempre. Todas e todos temos um lugar nesta jornada de reconstrução do país. Ditadura nunca mais.

Deixe uma resposta