Crimes contra a humanidade são imprescritíveis

A delinquência política institucionalizada continua a agredir o Brasil. Ofende a cidadania. Humilha a população vítima da sua política de morte. Viola os direitos humanos, ao fazer a apologia da tortura e da ditadura.

A pergunta que se impõe é: por que? Será que temos perdido a capacidade de defender o que é mais valioso? Teremos nos acostumado a praticar uma conduta omissa e irresponsável diante do abominável?

O Brasil tem uma história. Tem memória. Tem uma tradição e um respeito que precisam ser recuperados. Não adianta esconder a cabeça, a famosa política do avestruz. Quem apoiou a operação que conduziu à posse do atual ocupante do poder executivo nacional, pode desfazer o malfeito.

Revalorizar o trabalho e os/as trabalhadores/as. Priorizar a educação, o estudo, a reflexão, a pesquisa, a ciência, a arte, a solidariedade, o respeito às diferenças. Vacina no braço e comida no prato.

Queremos o Brasil e volta! Só se vive uma vez. Os dias passam, o genocídio prossegue, e a delinquência política institucionalizada continua impune. Crimes contra a humanidade são imprescritíveis.

Deixe uma resposta