Uma das coisas boas desta idade

É que já não há muita coisa a nos preocupar

Deixo você entrar

O medo já não me assusta mais

O mundo é novamente amigável

Um lugar por onde se pode transitar

Ir daqui pra lá

Não importa onde

E tudo sempre está bem

Sempre esteve bem

Ainda quando tudo parecia estar ou estava

Patas pa´rriba

Nunca a desordem é total

Há um âmbito em que tudo sempre está como deve ser

O âmbito íntimo e próximo

Por isso lhes digo e me digo

Digo e escuto

Para mim mesmo e de mi mesmo

Desfrutar da vida

Primeiro mandamento

Amar a sí

Primeiríssimo mandamento, em todo tempo

Gozar das coisas boas da vida

Um mar cintilante

A beleza em volta

O mero respirar

O canto das aves

O sol andando pelo céu

O céu interno

Onde reina o amor

O que mais?

Deixe que falem

Não é contra mim

Falam de si mesmos ou si mesmas

Não é comigo

Pressa é o que não têm mais

Pressa pra que?

Rir bem muito e com vontade

Menos mandamentos

Mais sentimentos

Colheita é agora

Mais prazer

Menos dever.

Deixe uma resposta