“Treinando a mente para a ação política” é tema de palestra no Rio

Palestra do Lama George Churinoff no Rio de Janeiro fala sobre as contribuições do budismo tibetano para a superação do sofrimento psico-social. O Lama George Churinoff é um cientista ocidental, físico pelo MIT, e que tem os estudos acadêmicos mais avançados, profundos e completos a respeito da Tradição Mahayana do Budismo Tibetano, a mesma de Sua Santidade o Dalai Lama. Evento será no campus da Praia Vermelha dia 23 de março e é organizado pelo Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência da UFRJ. Saiba mais aqui.

Ocorrerá no dia 23 de março (segunda-feira), às 20h30, evento gratuito com o Lama George Churinoff. Será na UFRJ – Campus da Praia Vermelha, Auditório da CPM (Escola de Comunicação), em frente à piscina. A realização é do Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência (NETCCON) da Escola de Comunicação (ECO) da UFRJ.

O Lama George Churinoff é um cientista ocidental, físico pelo MIT, e que tem os estudos acadêmicos mais avançados, profundos e completos a respeito da Tradição Mahayana do Budismo Tibetano, a mesma de Sua Santidade o Dalai Lama.

Por suas referências ocidentais, estar com o Lama George permite uma interlocução direta com aquela que é uma verdadeira ciência da mente, pois ele não é teísta, o que favorece a compreensão e a utilização cotidiana de uma poderosa ferramenta para a construção de, digamos, uma Mente Livre, este conceito sustentado pelo Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência (NETCCON/ECO/UFRJ), juntamente com o conceito de Mente Sustentável, este criado em 2005, em seu objetivo central de contribuir para que haja uma ação política no mundo de fato comprometida com o “espírito público”.

Ou seja, uma mente da qual, através do treinamento, estejam continuamente em processo de eliminação as sequências mentais do regime de servidão que de maneira tão comum e reincidente ao longo da História têm dificultado o vigor da Ética, das Políticas Públicas Sociais e da Responsabilidade Socioambiental.

Prosseguindo com a face de sua linha de investigações que se dedica à aplicabilidade de determinados sistemas cognitivos ancestrais de treinamento da mente para a superação dos desafios atuais, o NETCCON, diretamente no escopo de seu curso de extensão e disciplina Jornalismo de Políticas Públicas Sociais, um convênio com a ANDI, e de suas disciplinas Construção de Estados Mentais Não-violentos na Mídia e Construção de Utopias, tem a oportunidade agora de trazer a presença desta autoridade de renome internacional, pelo que agradece de forma especial à Ruth Saldanha.

O GESHE GEORGE CHURINOFF

O Lama George Churinoff (Gelong Thubten Tsultrim) nasceu em Chicago e se formou pelo MIT em 1967, como Bacharel em Ciências Físicas. Após fazer mestrado em Física, ensinou na Choate School, em Connecticut, e na Escola da Comunidade Norte-Americana de Beirute. Ordenou-se monge noviço na Índia, com Kyabje Trijang Rinpoche, em 1976, e como Gelong (ou Bhikshu, monge totalmente ordenado) com Kyabje Ling Rinpoche, em 1977.

O Lama George foi fundamental na criação do Programa de Mestres do Instituto Lama Tsong Khapa, da Itália, onde estudou e ensinou por oito anos, além de ter passado mais três anos no Centro Tushita de Meditação Mahayana, em Nova Deli. Nesse período, no ano de 1991, ele concluiu o Mestrado em Estudos Budistas da Universidade de Nova Deli. Em seguida, trabalhou por três anos com Lama Osel Rinpoche, como orientador educacional, no Monastério de Sera Je, no Sul da Índia.

Ele fez inúmeros retiros nas tradições do Sutra e do Tantra, e deu intensivos ensinamentos na América, Europa, Índia e Nepal, Rússia, Mongólia, Cingapura, Austrália, Nova Zelândia e, mais recentemente, nos Estados Unidos, onde transmitiu preceitos do Programa Básico da FPMT, na Terra do Buda da Medicina, por mais de dois anos.

Sobre o NETCCON-ECO/UFRJ

O NETCCON é conhecido por propor e avançar de maneira inovadora e ousada um novo pensamento para além da celebração dos fragmentos, no qual é decisivo (1) a dissolução das fronteiras entre o psíquico (estados mentais) e o social para que as urgentes liberdade e vinculação social possam estar sincronizadas na ação no mundo, e (2) para se dê o estabelecimento, nas Teorias da Comunicação, do Jornalismo, das Redes e da Gestão Organizacional, da generosidade como fonte de referência para o interesse e o poder. Isto é, para a decisão do ato comunicartivo, que é sempre político.

“É quando o indivíduo dedica a sua autonomia ao exercício de ser responsável por seus estados mentais, e assim pelo que pensa, sente, percebe, deseja, decide, diz e faz na comunicação inter-pessoal, nos movimentos, redes e organizações dos 1º, 2º e 3º Setores, é que temos o vigor do Espírito Público, das Políticas Públicas Sociais e do (Des)envolvimento Sustentável. Trabalhamos em intenso diálogo com múltiplas correntes atuantes de pensamento e ação a respeito do que precisa ser feito, teórica e operacionalmente, para que aquilo que se sabe precisar ser feito, e para o que se descobre neste diálogo que precisa ser feito, seja – de fato – feito e não apenas dito nominalmente”, esclarece o Prof. Dr. Evandro Vieira Ouriques, coordenador do NETCCON, pesquisador associado do Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC-FCC/UFRJ) e diretor de Comunicação e Cultura do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC-SP.

O Professor Evandro é o criador da metodologia Gestão da Mente Sustentável e introduziu no Fórum de Mídia Livre, em 2008, o conceito Mente Livre, afirmando, e capacitando em oficina, que “a mídia só é livre quando a mente é livre”.

Mais informações sobre este pensamento novo podem ser lidas por exemplo no capítulo final do livro Consciência e Desenvolvimento Sustentável nas Organizações, da Campus Elsevier, de autoria do Professor Evandro, e editado em janeiro deste ano, bem como em duas entrevistas (a primeira sobre a questão Mente Livre, Mídia Livre e outra sobre a questão da Construção de Estados Mentais) e um artigo também recente (sobre Comunicação, Palavra e Políticas Públicas: a Importância do Conceito Envolvimento para a Construção de uma Cidadania Sustentável) que podem ser encontrados clicando sob os respectivos títulos.

Informações pelos telefones (21) 9205-1696 ou 9761-0964.

Deixe uma resposta