Sonhar não custa nada

(*)Foto: www.blogdothame.blog.br
Vocês podem não acreditar, mas hoje eu vou à rua por vocês que estão do outro lado. Vocês mesmos, amigos que se distanciaram por divergências ideológicas. Amigos que se afastaram por insinuar que a minha defesa e o meu lado é o lado da corrupção.
Por incrível que pareça, defenderei vocês que incorporaram o discurso anticorrupção, afirmando querer um Brasil melhor, mas que jamais olharam para o lado e viram quem os acompanha e lidera essa campanha. Defenderei vocês que optam por derrubar um governo democraticamente eleito, sem antes se preocupar com o que pode vir depois. Vocês que não aceitam Lula Ministro, mas não se incomodam com Eduardo Cunha presidente da Câmara, Renan Calheiros presidente do Senado e Maluf como deputado.
Sou um santo, de coração amplo, limpinho e imaculado? Não. Mas é que hoje, o que está em jogo é a sua, a minha voz, opinião e o direito de escolha. E o que eu farei nas ruas hoje, inclui também o seu destino.
Se hoje somos livres para ir e vir, falar, xingar, gritar e até odiar, amanhã poderemos não ser. E se hoje vocês têm muita coisa a favor (mídia, Congresso, Senado, mercado, polícia, etc), amanhã poderão não ter. Em tempos de autoritarismo, o mais forte é quem manda. Não existem direitos respeitados. Portanto, acreditem: estaremos na rua também por você, que veste verde e amarelo e diz que o Brasil jamais será vermelho.
E mesmo que vocês não aceitem o meu ato, eu vou por que sonho com dias melhores. E, por mais que as coisas estejam difíceis, vou lutar para manter o pouco que se conquistou.
Sonho também com o dia em que todo povo conheça nossa história de cabo a rabo e entenda o que cada gesto político signifique.
Sonho com o dia em que a insatisfação se transforme em debate e projetos sólidos. Que a luta por algo melhor seja repleta não de ódio, mas de ideias novas, justas e democráticas.
Sonho com o dia em que além do voto, a nossa voz seja respeitada. E que acima de tudo a nossa voz seja coerente.
Sonho também que a gente defenda o bem estar de todos. Todos mesmo. Sem que ninguém fique de fora.
Sonho com uma justiça responsável, que não seja política. Sonho com juízes que cumpram apenas o seu papel, atuando por dentro das leis e que jamais se deixem levar pela vaidade.
Sonho com uma mídia que te ajude a pensar. Mostrando a história, os fatos, sem omissão da verdade. E que nós, depois de sabermos de tudo, tiremos nossas próprias conclusões.
Sonho com o dia em que o combate à corrupção se inicie dentro da consciência de cada um. E que todos nós comecemos a mudar o país, a iniciar por nós mesmos.
Sonho que um dia a gente pare de apontar o erro do outro quando o erro está exatamente em nós.
Sonho que um dia, por mais que você tenha lado e seja tomado por paixão, não tenha indignação seletiva.
Nada do que eu falei, sobre os sonhos e o ato de hoje, tem a ver com partido A ou B, candidatos ou salvadores da pátria. Tem a ver única e exclusivamente com a democracia e o Estado democrático de Direito. Pensem nisso. Ainda não temos uma democracia ampla, sem erros. Mas não podemos deixar escapar o pouco que conquistamos e andar para trás. Pensem nisso.
Hoje, as 16 horas, na praça XV, todos juntos pela democracia !
(*)Foto: http://www.blogdothame.blog.br

Deixe uma resposta