Síndrome Alcoólica Fetal: a importância da prevenção

Aconteceu nesta quinta-feira, dia 13 de setembro, a Jornada de Síndrome Alcoólica Fetal (SAF), organizada pelo Centro de Ensino, Pesquisa e Referência ao Alcoolismo e Adictologia (Cepral) do Instituto de Neurologia da UFRJ Deolindo Couto (INDC), com o apoio da Sociedade Brasileira de Alcoologia. Coordenado por José Mauro Brás de Lima, neurologista, Professor da Faculdade de Medicina da UFRJ e PhD em efeitos do álcool, o evento abordou as complicações oriundas da ingestão de álcool pela mulher durante a gravidez, evidenciando a necessidade de se criar um programa de prevenção à SAF.

A Jornada contou com a participação de representantes e especialistas de diversas áreas, como Simone Palermo, coordenadora do setor de fonoaudiologia do INDC, José Luiz de Sá Cavalcante, neurologista do INDC / UFRJ, Pedro Rodrigues, psicólogo e representante da Secretaria Municipal de Prevenção ao Alcoolismo, Vera Monteiro, da maternidade Escola da UFRJ, Margarida Inocência, assistente social e presidente da SBA, e Simone Diniz, presidente do Rotary Club de Botafogo. Leia matéria da repórter Cinthia Pascueto, da Agência UFRJ de Notícias – Praia Vermelha.

Leia também:
Álcool e direção: perigo iminente

Deixe uma resposta