Setoriais do PT fortalecem organização para mobilizar a sociedade

O primeiro encontro dos seminários setoriais, realizado nesta terça-feira (12), definiu o período das atividades de diálogos para os meses de abril, maio e junho deste ano. O início dos debates políticos e mobilização da militância petista renovarão as direções setoriais no segundo semestre de 2021.

Durante a atividade, a secretária de Movimentos Populares, Vera Lúcia Barbosa, destacou como um dos principais desafios do PT a contribuição com a mobilização da sociedade na luta contra os retrocessos que o país enfrenta.

“Estamos em um momento difícil, de um governo genocida que não tem o menor compromisso com os direitos conquistados no país. E ainda em uma pandemia que nos impede temporariamente de construir grandes mobilizações. Ainda assim, precisamos estar atentos e articulados aos segmentos organizados na sociedade brasileira, pois não haverá outra saída para o Brasil que não seja a derrota do governo Bolsonaro”, enfatiza Vera Lúcia.

Seminário Nacional

A agenda lançada pela Secretaria Nacional de Movimentos Populares do PT consistirá na realização de um seminário nacional por cada coordenação setorial, além das Conferências Nacional e Internacional de Movimentos Populares, que terão participação de representantes dos principais movimentos sociais de esquerda no Brasil.

Presente na atividade de hoje, o coordenador nacional do MST e da Frente Brasil PopularJoão Paulo Rodrigues, celebrou a iniciativa do PT. “A ordem no momento é a unidade do campo popular, e ter um partido como o PT, nascido na luta social, somando forças na organização dos seus próprios setoriais e nas suas relações com os demais movimentos, é algo muito importante”.

Estiveram no lançamento dos seminários os integrantes da Executiva Nacional Gleide Andrade (secretária de Finanças), Jilmar Tatto (secretário de Comunicação), Maria do Rosário (secretária de Formação Política), Joaquim Soriano (secretário de Relações Institucionais) e Gilberto Carvalho (Escola Nacional de Formação Política).

Participaram ainda Janaína Oliveira (secretária LGBT), Paulo Cayres (secretário Sindical) e Marcio Tavares (secretário de Cultura).

Pandemia no Brasil

Durante o encontro, Guilherme Bigatto, do Conselho Nacional de Saúde, fez uma leitura da situação da pandemia no Brasil. “Não há luta mais importante nesse momento do que a luta pela vacina. E enquanto não tivermos vacinas, temos de ir à luta para que o Estado garanta as condições necessárias para o nosso povo cumprir as medidas sanitárias de prevenção e preservação da vida”.

Todos os setoriais nacionais estavam representados por seus respectivos coordenadores e coordenadoras no evento: Abdael Ambuster (Segurança Pública), Adriano Diogo (Direitos Humanos), Alex Minduim (Esportes), Eliane Cruz (Saúde), Henrique Donin (Tecnologias da Informação), Juscelino França (Comunitário), Lúcia Mendonça (Transporte e logística), Deyvide Bacelar e Nailor Gatto (Energia), Rubinho Linhares (Pessoas com deficiência), Tatiane Valente (Economia Solidária) e Teresa Leitão (Educação).

A agenda completa dos Seminário Setoriais e das Conferência Nacional de Internacional de Movimentos Populares do PT começará a ser divulgada nos próximos dias.

Da Redação do site do PT

(13-04-2021)

Deixe uma resposta