Seguro-resgate é mercado criado pela insegurança pública, afirma representante da OAB

O presidente em exercício do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Vladimir Rossi Lourenço, afirmou hoje (28) que a criação do seguro-resgate, para proteção a vítimas de seqüestro, já autorizado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), só foi possível devido à grande insegurança pública que toma conta do País. Ele lamentou que esse “novo mercado” esteja sendo aberto no País em razão da falta de segurança para os cidadãos. “Quando a insegurança passa a gerar lucro para o setor privado, é porque o prejuízo já alcançou o Estado e, por decorrência, todos nós, lamentavelmente”, advertiu Vladimir Rossi. Clique no título para ler a matéria na íntegra.

Deixe uma resposta