Protesto

Confesso que a jornada de protestos de domingo me deixou uma sensação amarga. Desânimo. E, por que não dizer, também preocupação. Muita gente se movimentando em contra de um governo que vem tentando acertar. Um governo que tem acertado bastante na inclusão social. A bandeira da luta anti-corrupção que esta gente levantou, não me convence.

A corrupção é muito antiga, e esta gente nem se movimentava: agora saíram às ruas mobilizados pelas redes de TV, muitas delas suspeitas de manobras financeiras ilícitas. O quadro destes manifestantes era deprimente. Gente carregando cartazes pedindo uma ditadura. Me da arrepios. Tenho que dizer que suei frio. Outras pessoas com camisetas com dizeres ofensivos à presidenta da República. Falta de respeito.

Em uma ditadura não poderiam nem sair de casa. Abusam da liberdade. Deveria haver leis que defendam a democracia dos seus inimigos. Quem quer uma ditadura é um criminoso, uma criminosa. Uma ditadura é um ato ilegal. Usurpação e abuso de poder. Atropelo à cidadania e às liberdades democráticas. Tive o desprazer de encontrar cara a cara alguns destes manifestantes, na desconcentração do ato em João Pessoa.

Gente obscura. Pareciam delinquentes. Ameaçadores. As calçadas bloqueadas por carros estacionados. Pedestres tendo que caminhar pelas ruas. Confesso que este tipo de gente e este tipo de manifestação me parecem do mais baixo que já tenho visto.

Deixe uma resposta