Preso PM autor de tiro contra sem teto em SP

natalia94153Por Railídia Carvalho

O autor do disparo contra a integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) está a caminho do presídio, após ser preso no início da tarde desta quarta-feira (4) em Itapecerica da Serra (SP). Mais cedo, a sem-teto Edilma Aparecida foi atingida por tiro na barriga durante marcha da ocupação João Goulart na região. Na noite desta quinta, o MTST informou que a ciriurgia, a que foi submetida Edilma, foi bem sucedida e ela passa bem.

A marcha com 500 pessoas se dirigia para a Prefeitura de Itapecerica para participar de uma audiência com o prefeito sobre o terreno.

Segundo informações da coordenadora do MTST em São Paulo, Natália Szermeta, o terreno foi ocupado há um mês e nele vivem mil famílias. A reivindicação do movimento é que sejam construídas moradias para as famílias que estão no local.

“Diria que a luta pelo direito à moradia é uma luta que mexe com muitos interesses privados e nesse momento do pais estamos vivendo retrocessos muito grandes em direitos. Mas a nossa a luta é justa e não vão nos amedrontar com ações deste tipo”, afirmou Natália. Ela citou ainda as ações violentas contra o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) que recentemente resultaram em duas vítimas entre os sem-terra no Paraná.

Natália disse ainda que não houve ameaça da instituição Polícia Militar que “pelo contrário está respeitando os ritos necessários”. A dirigente reafirmou que a situação é demonstração do momento que o país vive.

“A conjuntura política tem dado condições favoráveis para a criminalização dos movimentos, para amedrontar a luta social no país. Precisamos combater e garantir que haja punição e a segunda condição é a luta permanente”, opinou.

Deixe uma resposta