O atentado da Rua Santa Clara

O crime contra o blogueiro Ricardo Gama é dos mais graves. Editor de um site crítico ao governo estadual e à prefeitura do Rio de Janeiro, Gama foi alvejado por três tiros na quarta-feira (23), na Rua Santa Clara, em Copacabana, onde os índices de criminalidade se assemelham aos dos países nórdicos. Ou seja, raríssimos.
O que importa nesse caso não é o conteúdo do referido blog, e nem se Gama é filiado ou não a este ou àquele partido político. A questão é que temos que defender o direito de expressão, mesmo que não concordemos com seu conteúdo. Como disse Voltaire: “Não concordo com uma só palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte o vosso direito de dizê-lo”.
O RJTV deu boa matéria, enquanto O Globo mantém a cobertura ontem e hoje. Tímida, porém. No jornal não houve chamada na capa e o RJTV não conseguiu emplacar a notícia no Jornal Nacional. Se o atentado fosse contra um repórter da mídia grande, seguramente haveria mais destaque.
Para além da velha mídia, cabe aos blogueiros, twitteiros, facebookeiros e tudo o mais manter esse assunto em pauta, até que as circunstâncias sejam esclarecidas. E cabe às autoridades, em todos os níveis, cobrar uma solução breve para o caso.
Até agora, a principal linha de investigação policial considera a atuação política de Ricardo Gama em seu blog. Num momento em que cresce a importância de sites e blogs na vida política brasileira, torna-se fundamental a defesa dos jornalistas que trabalham com esses meios.
O caso Ricardo Gama é exemplar. Se a polícia do Rio não cumprir a sua função e os criminosos não forem identificados, é natural que o medo se espalhe, sobretudo entre os blogueiros progressistas, que no Brasil ainda não contam com uma estrutura que possa lhes dar o mínimo de segurança.
A liberdade de imprensa está em jogo, é preciso afirmar. Assim como a liberdade de expressão, fundamento básico da democracia e dos Direitos Humanos. É nesse nível que o atentado da Rua Santa Clara precisa ser tratado.

5 comentários sobre “O atentado da Rua Santa Clara”

  1. Direitos e Deveres, Direito de ir e vir, direito a liberdade, direito a ter as altoridades nos defendendo, direito de ter deveres a ser comprido, mas sera quer este cidadão não tinha direito de viver, tinha que ser calado, porque, o que ele falou de tão grave assim que o valor foi sua vida.

  2. Caro Marcello, concordo inteiramente com vc sobre o atentado da Santa Clara. Tanto que está sendo criado um movimento “Não Toque nos Blogueiros”, com o objetivo de defender a liberdade de expressão de todos. O Ricardo quase pagou com sua vida, mas “essa arma” permanece apontada para cada um de nós enquanto isso não for elucidado completamente.
    Por isso peço a sua ajuda e do site/blog para que continuem abordando esse assunto, disseminando-o na rede, pressionando as autoridades e divulgando denúncias a respeito. Em paralelo, conto com a ajuda de vocês para fazer juz à luta do Ricardo, divulgando as manifestações do “Não Toquem nos Blogueiros”, começando por essa primeira que vai ocorrer no próximo dia 30/03,às 19h, na praçinha do Bairro Peixoto (Copacabana).
    Lembro que o movimento é apartidário e apolítico, apesar das públicas manifestações políticas do Ricardo, um amigo que tive prazer de conhecer na última campanha a governador. Tenho um blog http://www.amigosdoperegrino.blogspot.com que estava desativado desde dez/10, mas esse crime me fez reativá-lo com toda a força! Vc pode buscar informações atualizadas desse caso, se preferir, no blog do Fernando Peregrino (www.fernandoperegrino.com.br). Grato pela seu precioso apoio!
    abrs
    Paulo

  3. LIBERDADE DE EXPRESSÃO AO POVO! ABAIXO A DITADURA e VIVA A INTERNETE COM SEUS CORAJOSOS BLOGUEIROS QUE DENUNCIAM O ESTADO SEM MORAL E CORRUPTO QUE VIVEMOS!
    UNIDOS, JAMAIS SERÂO VENCIDOS! VAMOS À MANIFESTAÇÃO DE APOIO À LIBERDADE DE EXPRESSÃO. DIA 30, quarta, as 19h , Pça Bairro Peixoto. DIVULGUEM!

Deixe uma resposta