Novembro de lutas começa e centrais se preparam para o Dia Nacional de Paralisações na sexta 11

dianacionalgrevesAo lado das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, as centrais sindicais CTB, CUT e Intersindical convocam a classe trabalhadora em todo o país a mobilizarem suas categorias em greves, paralisações e protestos nesta sexta-feira (11).

A luta é em defesa dos direitos sociais e trabalhistas e contra a Proposta de Emenda Constitucional 55, a reforma da previdência e a reforma trabalhista – todos projetos que restringem garantias constitucionais dos cidadãos brasileiros.

“Remédio é lutar”

Com o propósito de organizar o ato, o setor de transportes realiza plenária nesta terça-feira (8) em São Paulo, na quadra dos Bancários. Para Adilson Araújo, presidente da CTB nacional, esta plenária dará início oficialmente ao “novembro de lutas” da classe trabalhadora brasileira.

“Os trabalhadores e trabalhadoras do setor de transporte sabem o que está em jogo caso sejam aprovadas no Congresso Nacional a PEC 55, apelidada de PEC do Fim do Mundo, e as reformas da Previdência e Trabalhista”, alertou o sindicalista. “A receita não tem contra-indicação. O remédio é lutar”.

Em convocatória das frentes, as lideranças dos movimentos enfatizaram a importância de se organizar plenárias estaduais, regionais e municipais para construir a mobilização unitária do conjunto dos movimentos, consolidar a pauta e definir estratégias. “O objetivo do dia 11 é paralisar, com a maior amplitude possível, a atividade produtiva e os serviços, mostrando àqueles que querem governar contra o povo que não é possível fazê-lo sem enfrentar muita resistência e indignação popular”, diz o documento.

O movimento também apoia a luta dos estudantes secundaristas e universitários que já ocupam mais de 1000 escolas e 100 universidades por todo o Brasil, “contra a PEC 55, a autoritária reforma do ensino médio e o medieval projeto de lei da mordaça, em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade”. Leia a íntegra da convocatória para o dia 11 aqui.

CTB nos Estados

As entidades estaduais da CTB de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraíba, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina e Bahia já anunciaram ações no dia Nacional de Paralisações. O dirigente da CTB em Belo Horizonte, Marcelino Rocha, divulgou vídeo convocando a militância mineira a mobilizar as suas bases nesta sexta-feira 11.

“Nunca sofremos tantos ataques como no último período. O governo Temer, o Judiciário, a mídia, omitindo a luta dos estudantes por todo o país. O Judiciário com o fim da ultratividade nos acordos das convenções coletivas. Dia 11, as centrais sindicais, mobilizadas e unidas na grande construção da greve geral, convocam a todos para a concentração a partir das 11 horas, na Praça Sete, no centro de Belo Horizonte. Vamos à luta, o momento é este”.

Serviço

Dia: 8 de novembro – Plenária Nacional do Transporte
Hotra: às 10h
Local: Quadra dos Bancários (Rua Tabatinguera, 192 – metrô Sé – Centro de São Paulo)

Dia: 11 de novembro – Dia Nacional de Paralisações e Greves

São Paulo: concentração às 15h, na frente do Masp, na Avenida Paulista – Dia Nacional de Paralisações contra a PEC 241 (agora no Senado como PEC 55) e contra as reformas da Previdência e Trabalhista. A organização informa que a mobilização, em conjunto com as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, saíra em passeata até a Praça da Sé.

Fonte: CTB
http://portalctb.org.br/site/noticias/brasil/30811-novembro-de-lutas-comeca-e-centrais-se-preparam-para-o-dia-nacional-de-paralisacoes-na-sexta-11

Deixe uma resposta