No Dia Mundial da Saúde Mental, secretário-geral da ONU pede garantia de bem-estar para idosos

saude mentalPessoas com mais de 60 anos de idade devem ter acesso a serviços sociais e de saúde para garantir o seu bem-estar físico e mental, afirmou a ONU nesta quinta-feira (10), marcando o Dia Mundial da Saúde Mental.

“Todos nós podemos nos beneficiar do carinho e da sabedoria das gerações mais velhas”, disse o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, em mensagem sobre a data. “Contudo, ainda que muitas pessoas possam desfrutar de uma velhice satisfatória, mais de um em cada cinco adultos de 60 anos de idade ou mais sofre de distúrbios mentais e neurológicos, como demência e depressão”, lembrou Ban.

O Dia Mundial da Saúde Mental em 2013 concentra-se em ajudar pessoas mais velhas. De acordo com a ONU, no ano 2000, o número de pessoas com mais de 60 anos de idade era de 605 milhões. Até 2050, esse número vai crescer para 2 bilhões de pessoas.

O secretário-geral disse que o dia é uma oportunidade para aumentar a conscientização sobre os problemas relacionados com a saúde mental de idosos.

“Muitas vezes, nem os profissionais de saúde nem os próprios idosos reconhecem estes problemas de saúde mental. Pior ainda, as pessoas são frequentemente reticentes em procurar ajuda por causa do estigma associado às doenças mentais”, ressaltou Ban.

“Os idosos são também vulneráveis ao abandono físico e a maus-tratos vergonhosos, abusos que podem constituir, por si mesmos, fatores que desencadeiam os problemas de saúde mental”, alertou.

Ban destacou o abrangente Plano de Ação sobre Saúde Mental da Organização Mundial de Saúde (OMS) para o período 2013-2020, que pretende reforçar a liderança eficaz e governança para a saúde mental, proporcionar atendimento rápido, implementar estratégias de promoção e prevenção em saúde mental e fortalecer as pesquisas na área.

Na foto, conselheira em saúde mental faz atendimento na República Democrática do Congo

Fonte: UNIC-Rio

Deixe uma resposta