Muitas vezes a minha variabilidade é tal que não consigo me alcançar

Muitas vezes a minha variabilidade é tal que não consigo me alcançar

Toca-me então olhar e ver

Esperançar

Sabendo que há lua crescente e minguante

Há a água que corre

Há chuvas e sol

Há umas páginas adiante no caderno

Há vida mais à frente

Tenho ainda algumas tarefas a realizar

Assim me movo

Miudamente, dia a dia, todo dia.

Deixe uma resposta