MTST-RJ cobra da Prefeitura de Niterói a construção de casas populares

Na manhã de terça-feira, 19 de fevereiro, diversos sem-teto de comunidades de Niterói fizeram um protesto em frente à Prefeitura, exigindo a reabertura das negociações para a construção de suas moradias.

No ano passado, a prefeitura se comprometeu com o início do projeto das casas. Até agora, nada foi feito.

Niterói tem muita gente sem casa. São vítimas de desastres, despejos, gente que mora de favor, em área de risco ou aluguel abusivo. São famílias do Sape, Largo da Batalha, Cantagalo e região.

Eles exigem da Prefeitura moradia com dignidade e segurança. Querem os laudos e estudos prometidos, além do início do projeto de casas populares.

Neste momento, uma comissão está negociando com a Prefeitura.

(Com MTST-RJ)

Deixe uma resposta