Lula é vacinado e pede vacina para todos os brasileiros

Presidente Lula recebeu a primeira dose da Coronavac na manhã deste sábado (13), em São Bernardo do Campo (SP)

O presidente Lula recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na manhã deste sábado (13), em São Bernardo do Campo (SP), onde mora. O município iniciou a vacinação para a faixa etária de Lula, que tem 75 anos e foi, como todo cidadão, a um dos pontos de aplicação e aguardou sua vez de ser imunizado.

Lula contou depois, em vídeo postado no Facebook (clique aqui para assistir) que recebeu a Coronavac, produzida em parceria pelo Instituto Butantan e a empresa chinesa Sinovac. “É a que eu queria”, disse o presidente, acrescentando que deve tomar a segunda dose dentro de 14 a 28 dias.

“Eu poderia estar muito mais feliz se houvesse vacina para todo mundo. Porque eu acho que todas as pessoas que são obrigadas a trabalhar, que não têm como ficar em casa, essas pessoas têm que tomar vacina. É obrigação do governo brasileiro garantir vacina”, disse Lula, que estava acompanhado do deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), que é médico e foi ministro da Saúde.

Lula lamentou que tantos trabalhadores, especialmente professores, ainda estejam sem vacina e chamou a sociedade brasileira para combater o negacionismo estimulado pelo governo Bolsonaro. “Nós, como sociedade brasileira, temos a obrigação de combater os negacionistas, aquelas pessoas que não acreditam na vacina, que ficam falando bobagem para a sociedade brasileira, e a gente mostrar que só tem um jeito de a gente se livrar do coronavírus: é a gente tomar vacina, e isso é obrigação do Estado brasileiro, garantir para todo mundo, (…) e, ao mesmo tempo, a gente evitar aglomeração”, defendeu.

“Nem pegue nem passe”

Lula pediu às pessoas que insistem em participar de eventos com aglomeração que pensem nos amigos e familiares. “Nem pegue nem passe. Esse é o lema de que o Brasil precisa”, afirmou, antes de cobrar o atual governo por uma política mais eficaz.

“Tudo que o povo brasileiro quer é tomar uma vacina para se ver livre desse monstro chamado coronavírus. E, por isso, o presidente da República tem que parar de ser ignorante. O seu ministro da Saúde tem que parar de tratar as pessoas como se as pessoas fossem ignorantes nesse país. Eles têm que aprender a respeitar o sentimento do povo brasileiro e garantir vacina para todo mundo”, cobrou.

Padilha destacou o quanto Lula tem trabalhado para trazer vacinas ao país, realizando, inclusive, reuniões com autoridades russas responsáveis pela fabricação da Sputnik V. “Sei o quanto o senhor trabalhou para que essa e outras vacinas chegassem ao povo brasileiro. Para que, se o Bolsonaro não compra, que os prefeitos e governadores possam comprar. Aliás, se contarem as horas que o presidente Lula trabalhou para trazer vacinas para o país e comparar com as do Bolsonaro, vão ver que o presidente Lula se dedicou muito mais que o Bolsonaro para trazer vacina para o país”, testemunhou o deputado federal.

Lula completou lembrando que o Brasil tem institutos de pesquisa como a Fiocruz e o Butantan capazes de produzir vacinas em larga quantidade. “Se tivéssemos um governo que tivesse pensado seriamente, não tivesse brincado, não tivesse falado tanta bobagem, a gente estaria produzindo o suficiente para atender o nosso povo.”

Fonte: PT

Deixe uma resposta