Globo x Record

Jornal Nacional do dia 11/08 com a matéria sobre a Igreja Universal

Jornal da Record do dia 12/08 com a resposta atacando a Rede Globo

Especial do Fazendo Media sobre a Rede Globo
http://fazendomedia.org/globo40/globo40.htm
Não é a primeira vez que Globo e Record brigam. Nas outras, acordos de cavalheiros puseram fim às disputas. Ainda assim, não se pode ignorar as reportagens veiculadas em uma e outra emissora, posto que são as duas maiores audiências do país. Uma ataca a Igreja Universal, outra ataca a Globo. Nessa semana a Record bateu tão forte que chegou a exibir imagens de Roberto Marinho ao lado de ditadores, frisando o crescimento da Globo durante o regime de exceção iniciado em 1964. Na matéria desta quinta-feira (13/8), o JR citou o livro de Roméro Machado, “Afundação Roberto Marinho”, e destacou os trechos em que o escritor narra o uso de drogas ilícitas em festas do alto escalão da Globo, assim como a compra de notas frias pela empresa carioca.
As informações usadas pela Record contra a Globo são de largo conhecimento de jornalistas e pessoas politizadas em geral, ainda que pouco difundidas entre a maioria da população. O mesmo ocorre com o debate levantado nesta quinta-feira durante o JR: a democratização da mídia. Esse é o grande tema. Avançar neste campo permitirá que o país avance em todos os outros, posto que estamos falando do manejo das subjetividades. Ou seja: que a mídia, mais que qualquer outra instituição, tem o poder de produzir e reproduzir formas de pensar, agir e viver de pessoas, instituições e da sociedade como um todo.
A Globo exerce um monopólio, como diz a Record, pois controla, em média, 50% da audiência e 70% das verbas publicitárias. Seu poder imperial, despótico, já ficou evidente em diversos episódios da República, mas também marcou a vida de muitas pessoas. Além da manipulação do debate entre Lula e Collor, da negação das manifestações pelas Diretas, do escândalo do Pró-Consult, da agressão contínua aos trabalhadores e da defesa intransigente do imperialismo, a Globo destruiu a vida da família Shimada (caso Escola-Base), achincalhou a honra do inspetor de Polícia Civil Daniel Gomes (caso Tim Lopes) e “queimou” a jornalista Cristina Guimarães (acusando-a de mentalmente incapaz).
Por tudo isso, é importante para o povo brasileiro que uma emissora de televisão, que é um meio de comunicação de massa, fale a verdade sobre a Globo. No entanto, não convém alimentar ilusões: “A Record não está em guerra com ninguém. Está apenas exercendo seu direito de resposta”. A frase, dita no fechamento do JR do dia 13/8, dá a entender que a emissora paulista só vai continuar divulgando novas informações de interesse público sobre a Globo na medida em que ela própria ou a IURD sejam atacadas. Uma evidência de disputa comercial, pela audiência. Ocorre que nem sempre seus interesses são os mesmos do povo brasileiro.
Podemos até usar a Record como aliada estratégica, mas se queremos democratizar a comunicação de massa no país, temos que ir além. É preciso mudar substancialmente a estrutura atual do setor. Não é razoável que apenas seis emissoras comerciais de televisão transmitam em sinal aberto para 191 milhões de pessoas, posto que já existe tecnologia para uma centena de canais. Oligopólio também faz mal á democracia.

13 comentários sobre “Globo x Record”

  1. É mesmo Marcelo, mas não podemos nunca esquecer que, independente dos interesses da Globo, a IURD é daquele jeito mesmo que está sendo mostrada.

  2. Não gosto da IURD. Acho que Edir Macedo de fato deve ser investigado.
    Outra coisa é o interesse da Globo por trás disso. É obvio que se sente ameaçada e, no seu bom estilo, tenta derrubar seus dissidentes na rasteira. No jogo sujo do poder.
    Roberto Marinho é igual, senão pior, do que Edir Macedo. Ambos são canalhas que abusam do povo e, às custas dele, perambulam impunemente.
    A Globo tem, por ser mais velha, ainda mais tradição de corrupção, abuso de poder e enriquecimento ilícito. Nunca foi investigada por isso.
    A Record toca na ferida.
    Que as duas se matem!

  3. Não podemos esquecer que os canais em questão são CONCESSÕES PÚBLICAS, portanto passíveis de fiscalização e auditorias. Passa a ser de suma importância esse cair de máscaras, pois é um alerta aos que teimam em crer nas “Verdades” da mídia manipuladora.

  4. Nao nos iludamos as duas emissoras defendem unica e exclusivamente interesses proprios.Triste ver os apresentadores “grandes jornalistas” apenas ler os textos que seus patroes mandam, a informaçao de interesse publico que fique para depois,oi Ana Paula, oi Paulo Henrique, forte abraço Azenha, meu amigo Jabor nao posso me esquecer a Mirian o Mainardi….

  5. O fato é que nessa briga o que menos se leva em consideração é a informação imparcial e a população.
    O que vemos são jornalistas defendendo interesses corporativistas.

  6. Pingback: Folha “falcatruas” da TV Globo. « TELEVISÃO VERDADE

  7. “Em briga de elefantes, quem se machuca é a grama.”
    Ouvi essa frase hoje, muito boa e cabe bem na siutação. Enquanto duas gigantes da telecomunicação se digladiam, os teletontos ficam com a mesma programação chinfrim de sempre.
    Depois reclamam que eu jogo videogame demais.

  8. Óbvio que são mais do que necessárias as lembranças sobre a Globo e seu passado e/presente; a tristeza é que não vejo melhoria nenhuma com a Record na linha de frente dos ataques; não é questão de ser maniqueísta,mas analisar que em termos de programação exibida a Record apresenta o mesmo lixo que a Globo, e atende claramente os interesses de seus donos, que tem negócios obscuros e mal explicados ainda. Ou seja é uma disputa do sujo contra o mal lavado, infelizmente.

  9. Penso que se colacarmos as duas, Globo e Record numa balança, esta não vai pender, mas equilibrar-se no meio.
    Posso comparar as duas com o sentido de um velho ditado aqui da minha terra, que diz assim: “Trocadas por merda nunguém não herda e trocadas por bosta não tem resposta”.
    Desculpem , mas não não consigo achar algo mais civilizado para comentar essa briga suja e fedorenta fedida travada pelas duas e tornada pública nesses dias no chamado horario pobre, quero dizer nobre. Ke,ke,ke,ke,ke…

  10. uma pergunta:
    POR QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO SÓ ACEITA DENÚNCIAS DA GLOBO CONTRA A I.U.R.D E NÃO ACEITA ACUSAÇÕES DA RECORD CONTRA A GLOBO?
    outra:
    POR QUE A GLOBO NÃO DA RESPOSTAS SOBRE AS ACUSAÇÕES DIRIGIDAS A ELA, DIFERENTEMENTE DA RECORD?

  11. Infelismente esta briga refere-se de alguem que se diz ser HOMEM DE DEUS, lamento que a igreja tenha que passar por isso, uma coisa é certa e oriento aos fiéis da universal não deixem seus lideres passarem pra voçes que isto é preseguição aos evangélicos não tem nada a haver, o bispo macedo esta sem visão espiritual, não administra o bens da casa de Deus, não guia o povo como deveria guiar, e seu prazer é com as riquezas deste mundão.
    que tristesa em ostentar a palavra de Deus nessa grande vergonha e podridão, aos fiés continuem buscando a Deus com sinceridade ai mesmo na igreja Universal, Deus vai mudar essa história, Deus tem compromisso com seu povo, não com fraudulentos obreiros que aproveitam a fé do povo pra montar seu proprio império, nossa luta e contra as trevas, não contra a GLOBO temos que ganhar a globo e fazer dela uma grande portadora de boas novas, é o que gostariamos que a RECORD estivesse fazendo na pessoa de Macedo, infelismente ele confundiu, DEUS E DEUS, baal é baal não pode salvar ninguem mais Deus PODE!
    não sou membro da universal, mais oro a Deus que lhe deem um Lider com a visão no Reino de Deus.

Deixe uma resposta