Em carta, governadores reforçam auxílio emergencial de R$ 600

Gestores de 16 estados apoiam a ‘Campanha Renda Básica que Queremos’ e defendem pagamento “com os mesmos critérios de acesso de 2020”

Governadores de 16 estados divulgaram nesta quarta-feira (24) uma carta na qual defendem o pagamento do auxílio emergencial integral de R$ 600 “com os mesmos critérios de acesso de 2020”. Os gestores engrossam a luta do PT e dos partidos de oposição e a “Campanha Renda Básica que Queremos”, uma iniciativa que reúne cerca de 300 entidades e organizações da sociedade civil.

“Somente com essas medidas seremos capazes de evitar o avanço da morte”, ressaltam os governadores, na carta.  Eles apontaram para o equívoco da proposta do governo Bolsonaro, que estabelece valores reduzidos – e para uma parcela menor da população – de R$ 150,00, R$ 250,00 e R$ 375,00.

“Entendemos que a redução dos valores do auxílio emergencial é inadequada para a eficácia da proteção da população. Enquanto a vacinação não acontecer em massa, precisamos garantir renda para a população mais vulnerável”, alertam os gestores.

Leia a íntegra do documento abaixo.

Da Redação da página do PT

Fonte: PT

(24-03-2021)

Deixe uma resposta