Dia 29/11/2016: Comoção e Oportunismo

pec55
Enquanto o país inteiro vive a comoção pelo desastre aéreo que matou 71 pessoas, na noite de ontem, o Senado Federal aprovou, no primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição, PEC 55. A aprovação contou com 61 votos a favor e 14 contra.
A PEC do Teto de Gastos, que vinha sendo chamada de PEC do fim do mundo pelos movimentos sociais, talvez tenha sido uma das medidas mais duras para a população brasileira nos últimos anos: irá congelar os gastos públicos em saúde, educação, assistência social e Previdência, por vinte anos.
Nos arredores do Planalto, estudantes manifestaram-se contra a emenda e foram duramente reprimidos pela Polícia Militar, com bombas de gás lacrimogênio e gás de pimenta. As notícias, até então, é de que alguns jovens foram detidos e outros estão hospitalizados.
No meio dessa balbúrdia, só quem tem a comemorar é o PSDB: o partido, que almeja a presidência em 2018, tem batalhado junto ao PMDB para que as medidas antipopulares ocorram antes da sua eventual chegada ao poder. Os cortes de gastos, somado ao sucateamento do setor público fortalece, exclusivamente, ao setor privado. E essa, sempre foi a especialidade dos tucanos.
Foto(*): Gisele Arthur – Jornalistas Livres

Deixe uma resposta