Desabafo

por Ricardo Cabral*

Por que tantos políticos são corruptos? Por que, ao invés de pensar em moralizar, pensar em fechar o Congresso? Por que a expressão “dinheiro público” já perdeu o sentido para o brasileiro? Por que, tendo medo de ousar, perpetua-se o voto pelo status quo? Por que os escândalos já não nos escandalizam mais? Por que votar significa hoje tão pouco?

Por que tantos funcionários públicos não dão valor aos seus trabalhos? Por que a platéia aplaude a tortura do Capitão Nascimento? Por que ver miséria nas ruas já virou rotina? Por que poucas pessoas fazem separação de lixo? Por que alguns pensam tão pouco nos outros? Por que perderam o respeito pelo consumidor? Por que virou normal infringir as leis?

Por que, apesar de tudo isso, continuamos calados?

Como suportar ver e, tantas vezes, não poder mudar?

Religião à parte, “concedei-me, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar, a coragem para modificar aquelas que posso e a sabedoria para distinguir umas das outras”.

Desculpem-me, é só um desabafo.

(*) Ricardo Cabral é graduando de Comunicação Social da UFRJ – ricardocp@ufrj.br.

Deixe uma resposta