Defender a vida

Como pode haver um candidato a Presidente que defende a tortura? Se houvesse um judiciário de verdade, e não uma quadrilha avessa à lei e à justiça, isto seria impossível.

É muito perigoso que as pessoas se acostumem a tratar com indiferença este tipo de pregação contra a humanidade. Gente defendendo quem é contra as mulheres, os LGBT, negros, pobres, comunistas… O quê é isso?

Na Argentina, os criminosos que praticaram o que este candidato defende, foram julgados por tribunais comuns, e condenados.  A vida acima de tudo.  A vida é tudo. Quando as pessoas se desconectam de si mesmas, passam a ser marionetes de quem profere este tipo de discursos anti-humanos.

Daí a necessidade de que permaneçamos focados/as em nós mesmos/as. Olhar para nós mesmos, para a pessoa que somos, os nossos valores, os nossos afetos, a nossa história de vida. É preciso. Não se pode banalizar aquilo que é o mais valioso. A pregação do ódio e da morte não deve prosseguir.

Não se trata de disputas partidárias nem ideológicas. É uma luta mais elementar. É a tentativa de manter ou de varrer a vida da superfície da terra. Por trás do discurso de quem defende “a economia,” os lucros, “o crescimento,” se esconde o menosprezo total pela pessoa humana. É o discurso do capital, versus a defesa da vida.

2 comentários sobre “Defender a vida”

  1. Pingback: Defender a vida | O LADO ESCURO DA LUA

  2. Pingback: Defender a vida – LiberaPensado

Deixe uma resposta