Apoio à guerra é questionado

O chanceler de El Salvador, Francisco Laínez, nega, mas a polêmica não acaba. Setores da sociedade afirmam que a permanência de tropas do país no Iraque seja uma ”troca” com os EUA por uma prorrogação da permissão de migração de milhares de salvadorenhos. Do Jornal do Brasil.

Deixe uma resposta