A intentona golpista no Brasil tem raízes mais fundas em nosso mundo

Marcelo Camargo / Agência Brasil
Marcelo Camargo / Agência Brasil
Marcelo Camargo / Agência Brasil

Neofascismo é parte da raiz
Com o ‘partido militar’ se complementa

Desafio é punir os Militares
Que atentem contra a ordem democrática

A gestão do País convém lembrar
É função exclusiva dos civis

Reformar formação dos militares
No currículo, na cabeça e na função

A primeira das normas a assumir:
Servidores do Povo, não seus donos

Sete dias de contrastes extremados
Entre a posse de Lula e a barbárie

São, contudo, duas faces do Brasil
Que se expressam na vida, dia a dia

O País da vital diversidade
Contra a bruta visão senhorial

Bem piores que a horda deletéria
São os vis arquitetos deste caos

Garantir o recuo do Fascismo
É tarefa maior dos movimentos

João Pessoa, 16 de janeiro de 2023

Deixe uma resposta