“Seu Lulinha paz e amor vai lutar para defender sua honra”, diz Lula em despedida

“Quero viver muito porque eu quero que os facínoras que levantaram leviandades contra a Marisa peçam desculpas a ela”

“Espero encontrá-la um dia com esse vestido vermelho que pedi para colocar nela. Para mostrar que a gente não tem medo de vermelho quando vivo e nem quando morto”, disse, emocionado, o ex-presidente Lula sob forte aplauso de um salão lotado no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo. Durante a cerimônia de despedida de Marisa Letícia Lula da Silva, com quem foi casado por mais de 40 anos, Lula disse que a companheira estava triste “pela canalhice que fizeram com ela”.

Ao beijar a esposa, prometeu defender a honra dela. “Eu tenho 71 anos, não sei quando Deus vai me levar, mas quero viver muito porque eu quero que os facínoras que levantaram leviandades contra a Marisa peçam desculpas a ela. Eu digo todo o dia: se alguém tem medo, este, que está enterrando a sua mulher hoje, não tem. Tenho a consciência tranquila. Não tenho que provar que sou inocente. Eles que vão ter que provar que as mentiras que estão inventando são verdade”, declarou. Após discursar, o salão foi esvaziado para uma cerimônia particular da família.

Lula agradeceu a parceria de Marisa e relembrou – contando causos como é característica dele – que, por causa das atividades políticas, não pôde estar presente no parto de nenhum dos filhos. “Ela praticamente criou nossos filhos sozinha. Na verdade, eu acho que ela foi mãe, pai, tia, avó, foi tudo. Ela cuidou de todos e nunca reclamou de nada”, disse chorando.

(04-02-2016)

Fonte: Brasil de Fato
https://www.brasildefato.com.br/2017/02/04/seu-lulinha-paz-e-amor-vai-lutar-para-defender-sua-honra-diz-lula-em-despedida/

Deixe uma resposta