Vice-governador do Rio anuncia reurbanização do Santa Marta

Publicado em 17.01.12

Nesta terça-feira, 10 de janeiro, às 10h, o vice-governador do Estado do Rio, Luiz Fernando Pezão, esteve no morro Santa Marta, localizado em Botafogo, para anunciar a volta das obras de reurbanização da favela.

Segundo ele, o valor liberado é de R$ 8,1 milhões. A Secretaria Estadual de Obras, por intermédio da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), vai construir 64 unidades habitacionais, que serão destinadas a moradores de áreas de risco. Segundo Pezão, 225 residências receberão melhorias.

Também está prevista a construção de um centro comunitário de ação social e reflorestamento de áreas devastadas por ocupações irregulares.

Moradores dizem não às remoções, e exigem melhorias no morro

O presidente da Associação de Moradores, José Mario Hilário, falou da importância da permanência dos moradores da parte mais alta do Santa Marta, o local mais antigo da favela. Zé Mario, como é mais conhecido, reforçou que o morro não está interessado em remoções, mas sim em melhorias.

Quando foi aberto para perguntas, Pezão recebeu uma avalanche de insatisfação dos presentes. Um morador do pico do Santa Marta perguntou por que onde ele mora é considerado área de risco, mas o mesmo não acontece onde estão as mansões na Barra. Ele afirmou que já mora há mais de 40 anos lá em cima do morro, e nunca houve risco de desabamento no local. A insatisfação dos presentes foi gerada pelos rumores de que as casas serão removidas para que se construam mansões e condomínios no lugar, que possui uma vista privilegiada da cidade.

Ao invés de remoções, os moradores disseram que esperam do poder público melhorias da qualidade de vida, direito que o Estado não proporciona há décadas.

Luiz Eduardo Pezão disse que vai analisar as reclamações e exigências dos moradores.

Fonte: Coletivo Visão da Favela Brasil

Deixe uma resposta