Rumo certo

Penso que estou na direção certa se o alvo sou eu, se é a mim mesmo a quem procuro a través dos meus atos.

Leio, escrevo, desenho, pinto. Cuido do jardim. Desfruto das flores com a sua beleza e colorido. Me alegra o canto dos pássaros e os seus movimentos em volta da casa e pelo céu.

Tudo que faço se endereça a mim mesmo. Adentro-me no mundo da arte e das conversas com seres queridos, familiares e amigos.

E tudo tem a mesma direção, a mesma finalidade e objetivo. Costuro palavras e reflexões, partilho o que vejo e o que vou aprendendo no dia a dia.

Percebo que o mundo quando parece ter se estagnado ou parado ou ainda estar a retroceder, surpreende com retomadas de caminhos mais lúcidos e honestos, mais decentes e coerentes com propósitos humanizadores.

Tenho pelo Brasil um sentimento profundo, feito de duras pelejas por fazer para mim um lugar nesta terra. Um povo é mais do que os seus algozes, é mais do que as quadrilhas de ladrões e assassinos.

As pessoas recuperam o seu sentido de dignidade e se movem na direção dos direitos que devem ser respeitados. A educação é muito mais do que um treinamento para o mercado, ou um aprendizado de habilidades profissionais ou técnicas.

É a porta para a descoberta do lugar de cada pessoa na sociedade. Todo governo totalitário, oligárquico e excludente, ataca a educação, pretende cercear a condição humana da população, transformando-a em massa de manobra.

Por isso é que aplaudo de pé e mantenho a esperança de que a mobilização nacional pela educação irá pôr o Brasil no rumo certo.

Um comentário sobre “Rumo certo”

  1. Pingback: Rumo certo – LiberaPensado

Deixe uma resposta