O prefeito Eduardo Paes contrata policial bandido para roubar camelôs e fazer remoções

O MUCA, Movimento Unidos dos Camelôs, faz denúncia da truculência da Guarda Municipal, que rouba mercadoria dos ambulantes, pois a operação é feita sem emitir o auto de apreensão e quando este cidadão vai buscar as mercadorias, com a nota fiscal, muitas vezes não encontra ou consegue retirar apenas uma parte. Quando o trabalhador vai à delegacia fazer um boletim de ocorrência do roubo e da agressão física, são negados ou fazem a ocorrência registrando que o camelô agrediu o guarda municipal. Nestas operações surgem policiais à paisana com armas em punho enquadrando os trabalhadores informais.
Agora entendemos como é feito o conluio entre a Guarda Municipal e a Polícia Civil. O noticiário recente exibe a prisão do delegado Carlos Oliveira, por vender armamento aos traficantes e traficar informações ao crime organizado. Este delegado era até então o grande orientador das políticas operacionais da SEOP (Secretaria Especial de Ordem Pública do Município). Não há exagero em apontar as práticas fascistas desta secretaria, que também faz as remoções das famílias que estão em área de risco e das que deveriam ser justa e previamente indenizadas para a construção das obras da Copa do Mundo e das Olimpíadas, mas se não aceitam como justas as propostas de valor irrisório da Prefeitura, são despejadas sem direito à decisão judicial, com a violência que caracteriza a SEOP.
A 7ª Promotoria da Cidadania do Ministério Público Estadual realiza um Inquérito sobre as práticas do “Choque de Ordem”, nós desejamos que as apurações sejam feitas de forma a demonstrar como o Eduardo Paes realiza o cerceamento dos direitos de defesa do cidadão, investigando as ocorrências nas delegacias de polícia e finalizando com a proposta de um Termo de Conduta, que proíba a contratação de delegados e policiais da polícia civil ou militar para trabalhar na SEOP.  
No próximo ano haverá eleições municipais e o atual prefeito Eduardo Paes aparece na mídia comercial como grande propagador da cidade para a Copa do Mundo e OIimpíadas, realmente ele prepara a cidade para os grandes empresários: empreiteiros, hoteleiros, o capital transnacional e políticos associados auferirem o máximo de lucros, mas a população carente de escolas, hospitais e moradia não deve eleger este projeto que beneficia uma minoria de ricos empresários.
(*) Nota pública divulgada pelo Movimento Unido dos Camelôs (MUCA).

Um comentário sobre “O prefeito Eduardo Paes contrata policial bandido para roubar camelôs e fazer remoções”

  1. Pingback: Tweets that mention :: Fazendo Media: a média que a mídia faz :: » O prefeito Eduardo Paes contrata policial bandido para roubar camelôs e fazer remoções -- Topsy.com

Deixe uma resposta