Nota de repúdio ao governador Sérgio Cabral

O atual governador do estado do Rio e candidato à reeleição Sérgio Cabral assumiu finalmente o descaso de sua gestão com a população mais pobre. Perguntado sobre a queda do número de matrículas na rede estadual de ensino, Cabral respondeu:

– Além de a rede privada ser muito grande no estado, há muito tempo a classe média perdeu a confiança de matricular seu filho em colégio público. E não há melhora de qualidade em serviço público se não há classe média usufruindo dele. (…)

As declarações, publicadas no jornal O Globo deste domingo, revelam que o verdadeiro compromisso do atual governo estadual é apenas com a parcela mais rica da população. Isso porque, em sua fala, Cabral demonstra que o alvo das políticas públicas promovidas por sua gestão é apenas a camada mais rica da sociedade fluminense.

No entanto, vale lembrar que, segundo o último levantamento do Ipea, só o número de indivíduos vivendo em domicílios pobres ou indigentes no Rio chega a quase quatro milhões de pessoas – estatística que não leva em conta, por exemplo, os que nem domicílio possuem. Ao mesmo tempo, isso explica também o fato de o estado ter ficado, no último levantamento do Ideb, em penúltimo lugar no ranking nacional.

A melhora dos serviços públicos apenas quando estes são usufruídos pela classe média não é uma prerrogativa de governo: é uma escolha política. Aliás, tal posicionamento é notório não apenas na educação, mas também na atual política de segurança e na gestão da saúde pública, entre outros setores do estado.

A propósito, é deplorável também o fato da matéria “Cabral: ‘Você não muda isso em quatro anos’” não problematizar a questão, aceitando a posição do governador como natural e se dedicando a tratar apenas aspectos pontuais mas não estruturais de seu posicionamento.

A declaração de Cabral contradiz todo o seu discurso eleitoreiro que dissimula uma falsa preocupação com as classes mais pobres e historicamente menos favorecidas. Reflete, afinal, que o governo de Cabral é um governo que fecha os olhos à pobreza e à miséria e que se dedica exclusivamente à manutenção da ordem estabelecida.

2 comentários sobre “Nota de repúdio ao governador Sérgio Cabral”

  1. Pingback: Tweets that mention Nota de repúdio ao governador Sérgio Cabral -- Topsy.com

  2. Cabral já fez: Laboratório de informática em todos os colégios, 7.548 laptops para os melhores alunos. Até o fim do ano a rede estadual terá 30 mil novos professores, 72 mil laptops para os professores, 909 colégio reformados e com ar-condicionado, reposição das perdas salariais dos professores, 23 CVTs e 75 Cteps e escolas profissionalizantes e 400 mil jovens formados em cursos profissionalizantes desde 2007.

Deixe uma resposta