Natal de 2014

rosaEu quero sentir este Natal fora da visão mercadológica, ou seja, sem presentes, sem árvores. Eu quero celebrar a vida como o bem mais importante da criação. Eu desejo uma vida plena, abundante em que todas as possibilidades um dia se realizem.
Eu quero contar as estrelas mesmo sabendo que não falta nenhuma, eu quero olhar a lua embora sabendo que ela faz o mesmo caminho, eu quero ver o sol e sentir que a sua luz é igual para todos.
Eu quero ver as flores, especialmente a “rosa amélia”, contemplar o desenho perfeito de suas pétalas, o delicado perfume e ter a certeza de que o seu e meu Criador quis me encantar com ela.
Eu quero contemplar o ser humano como meu irmão, parte do Cosmos, depositário de virtudes e fraquezas, portador da capacidade de realizar-se, realizando o Projeto de Deus.
Eu quero ser livre de tudo que prejudique a relação com meus semelhantes, porque é através dela que se dá o grande encontro com o universo. É através dos relacionamentos que eu aprendo e repasso o que aprendi, é por meio dele que o ser humano toma consciência dos seus direitos, se organiza, se articula e se mobiliza para as conquistas que o tornam mais humano.
Eu acredito que na origem de tudo está o Criador, não importa o nome, mas que eu tenho a mais profunda convicção de que ele é Amor. Eu quero sentir no mais profundo do meu coração esse amor que eu leio como cuidado, como preocupação com o outro.
Eis o Natal/Nascimento que eu quero vivenciar este ano.

Deixe uma resposta