Lamarca é difamado no YouTube

Mitos e Lendas Sobre Carlos Lamarca é o título de uma montagem extremamente injuriosa e difamatória, que foi vista quase 22 mil vezes, desde que a postaram há dois anos no YouTube. Tem oito minutos de duração. O link é http://www.youtube.com/watch?v=ja_Q3Ngnldc

Conscientes de que cometiam um delito, os autores não assumiram a “obra”. É estarrecedor que se possa, anonimamente, assacar calúnias tão graves contra um morto. A internet continua uma terra sem lei, infestada de fichas falsas e versões falaciosas. Até quando?

Mas, quem a postou foi tolo a ponto de acrescentar, na sinopse introdutória, uma recomendação que equivale a uma assinatura: “Conheça mais sobre sua trajetória em http://www.ternuma.com.br”.

Está repleta de sórdidas mentiras, como a de que Lamarca enviou sua família a Cuba, não para colocá-la a salvo da sanha dos militares torturadores quando se tornasse conhecida sua adesão aos movimentos de resistência, mas em razão da relação amorosa que já estaria mantendo com Iara Iavelberg.

Esta foi, na verdade, iniciada meio ano depois, quando ele já militava na clandestinidade, sendo um dos líderes revolucionários mais perseguidos pela ditadura.

A infamia dos fascistas virtuais é não só desmascarada pelos relatos dos sobreviventes, como se choca com a própria sistemática da luta armada: tal envolvimento representaria, em 1968, um altíssimo risco de segurança, sendo ele um militar na ativa e ela uma resistente cuja identidade a repressão já conhecia.

Vale acrescentar que manter vida dupla conflitava tanto com a moral revolucionária quanto com o espírito militar, que marcava muito a personalidade de Lamarca.

Ele, inclusive, hesitou durante três meses antes de ceder à atração que surgira entre ambos, o que só veio a acontecer em meados de 1969. E, no final do ano, quando participamos juntos da equipe precursora da instalação de uma escola de guerrilhas em Registro (SP), ainda sentia-se culpado e pesaroso, chegando a chorar quando recebia cartas da família.

Outra invencionice ignóbil é a de que ele teria castrado o tenente Alberto Mendes Jr. e o forçado a engolir os órgãos genitais. Esta patranha fazia parte da propaganda enganosa que os serviços de guerra psicológica das Forças Armadas disseminavam na época, sem comprovação de espécie alguma. Puro Goebbels: martelar tanto uma mentira que ela acabasse passando por verdade.

E quem conhece, por pouco que seja, a política do período, morrerá de rir com a afirmação de que Lamarca estava a soldo de Cuba e da União Soviética.

Não só seria a forma mais arriscada do mundo para alguém ganhar dinheiro, como a URSS era inimiga figadal das guerrilhas latino-americanas: os partidos comunistas sob sua orientação boicotaram a luta de Guevara na Bolívia e tudo fizeram para atrapalhar os planos de Lamarca, inclusive denunciando-o como agente da CIA em seu jornal.

Ridículo extremo é insistirem em que Lamarca teria sido morto em combate, quando já não existe dúvida nenhuma, nem de historiadores idôneos nem do Estado brasileiro, quanto ao fato de ele haver sido executado depois de rendido (a exemplo do que aconteceria com a maioria dos guerrilheiros do Araguaia).

Não só o Ministério Público Federal tem obrigação de apurar o crime que está sendo perpetrado contra a verdade histórica e a memória de um herói nacional, como Chico Buarque e Milton Nascimento não podem consentir que uma imundície dessas utilize na trilha musical suas gravações de “Apesar de Você” e “Cálice”.

Raul Seixas, por sua vez, deve estar revirando na cova, face a uso tão repulsivo de sua interpretação de “Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones”.

4 comentários sobre “Lamarca é difamado no YouTube”

  1. Celso,

    Sinto vergonha alheia ao ver que ainda tem uma gente que não valoriza a luta pelo direito constitucionalíssimo de livre manifestação, bandeira das maioria das militâncias anti-ditatoriais.
    Se assim valorizasse, não estariam se escondendo por detrás das cortinas do anonimato.
    Esta historinha de capar e por “os documentos” do cidadão na boca, é tão falaciosa quanto as historinhas que inventam de tiradentes, zumbi…
    O Ministério Publico Federal precisa urgentemente de uma equipe mais apurada, que esteja agindo como fiscal da lei no meio cibernético, ainda mais nestes casos,por se tratar da história de nosso país. Espero que destes 22 mil acessos, alguém tenha tido bom senso em apurar o que de fato é verdadeiro.
    O que mais está me incomodando é uma pandemia chamada preguiça de apurar a verdade. Aonde que este povo está com a cabeça que não questiona a veracidade do que é publicado em revistas, ou jornal nacional, por exemplo? A maioria aceita como se fosse a verdade absoluta, ainda mais quando a notícia é dado por pessoas que são consideradas “o modelo de credibilidade”, do tipo Lois e Clark (não querendo dar nome aos bois).

    De qualquer forma, parabéns pelo protesto.
    A memória de Lamarca, como outros heróis do processo de democratização deste país deve ser tratada com muito respeito.
    Acorda povo brasileiro! Estão fazendo o que querem deste país “democrático”. Continuem escolhendo seus representantes, como quem escolhe abadá do Rebolation!
    Juro que queria um megafone para acordar este povo, juro!rs

    bjks

  2. Interessante é ter q conviver com as mentiras e endeusamento de um canalha q jurou fidelidade a carreira e a Pátria e a traiu covardemente com assassinatos covardes e selvagens de seus companheiros castrense. Esse Lamarca nunca foi líder, nem de Pelotão q comandava, as um elemento q se fazia impor pelo regulamento não dando oportunidade a seus subordinados a contextá-lo nem a perdoá-los por pequenas faltas. Não, senhores, isto não é liderança em país algum, tanto q comprovadamente esse pulha q se fardou com segundas intenções é apenas um traidor da Pátria.

  3. Concordo contigo Lourival. Não adianta quere endeusar este traidor. Os fatos históricos estão ai para comprovar a falta de carater deste postulão.

  4. Caroline Barros,

    Sinto vergonha é do nosso mais alto representante do povo brasileiro se aliar ao Presidente do Irâ na busca de fama para si próprio, traindo o interesse de muitos brasileiros em buscar a paz.

    E sinto vergonha de uma ladra, assaltante de banco, chefe de quadrilha, assassina, disputar a presidência da nossa querida República. Ah, você com certeza irá dizer que isso é mentira da oposição, ou que foi inventado nos tempos da ditadura. Bom, a ficha dela ela não quer que venha a tona, somente a dos “torturadores”.

    Lamarca nunca foi democrático, se impôs pela luta armada e formação de guerrilha, nunca tentativa clara de tomada do poder À FORÇA! Desde quando isso é democrático? Você é a favor da luta armada no Brasil? De sequestros, assassinatos, depredações, turbas violentas?

    Acorda povo brasileiro digo eu!

Deixe uma resposta