Juventude Negra realiza Seminário sobre o Funk

O Fórum Estadual de Juventude Negra (FEJUNES) realizará, em parceria com o Diretório Central dos Estudantes (DCE/UFES) e o Núcleo de Estudos da Violência, Segurança Pública e Direitos Humanos (NEVI/UFES), o Seminário “O Funk como elemento da cultura negra”.
O evento que acontecerá nesta sexta-feira (29/10) visa colocar em pauta à discussão acerca do Funk enquanto manifestação cultural da juventude negra e pobre no Brasil e o modo como essa manifestação é vista pela sociedade. Durante a atividade serão abordados temas relacionados ao histórico do funk e suas implicações no atual  contexto social.
O Seminário acontecerá no Auditório Manoel Vereza no CCJE da Universidade Federal do Espírito Santo, no campus de Goiabeiras. A abertura está prevista para às 08h e o encerramento para às 17h. A programação contará com a realização de painéis, debates, exibição de vídeos e apresentações culturais.
O primeiro painel será o “Histórico do Funk” com o Sociólogo Cícero Frechiani. O segundo será “O Funk como elemento da cultura negra” exposto pelo Coordenador do FEJUNES, graduado em Ciências Sociais e Pós-graduado em Segurança Pública , Jefferson Pereira Júnior.
Os próximos painéis serão “O Funk contribui para o processo de coisificação da mulher” e “O Funk como possível elemento de transformação social” ministrados, respectivamente, pela Dra. Sandra Costa, professora Adjunta do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UFES, e pelo MC TIM, Coordenador e idealizador do Projeto Funk da Paz.
Após a realização dos painéis serão exibidos vídeos sobre questões relativas ao Funk, seguidos de debates. O encerramento ficará por conta da rima de diversos Mc’s que participarão do Seminário. Dentre eles, o próprio MC TIM e outros do Projeto Funk da Paz.
O Coordenador do FEJUNES, Jônatas Nery, afirma que o objetivo do seminário é fazer uma discussão preliminar sobre o tema, mas em seguida o Fórum pretende realizar uma nova atividade em parceria com o Movimento Funk com o intuito de fortalecer a identidade racial dentro do segmento. “A ideia é fazer esse primeiro momento de debate, mas em seguida buscaremos realizar uma nova atividade com o propósito de dialogar diretamente com a galera do funk e fortalecer a relação entre o ritmo e as questões étnicoraciais”, destaca Nery. 
Ele enfatiza ainda que o Seminário é aberto à participação de todos os interessados. “Realizamos esse primeiro evento na Universidade para reafirmar a necessidade de ocuparmos esse espaço com discussões pertinentes ao povo negro e suas implicações na sociedade”.
Plano de Formação da Juventude Negra Capixaba
O Seminário faz parte do Plano de Formação da Juventude Negra Capixaba que visa aprofundar discussões sobre temas relativos ao processo de organização e fortalecimento da juventude negra.
Já foram realizados Seminários sobre os temas “O Movimento Negro e os Movimentos Sociais”; “Políticas Públicas de Juventude e Ações Afirmativas”; “Gênero e Relações étnicoraciais”; “Diversidade Sexual”, dentre outros.
Em 2011 o FEJUNES promete dar continuidade ao Plano e discutir outros assuntos que estejam na pauta do movimento negro e do movimento de juventude. Além dessa ação, o Fórum também realiza outras atividades de formação tais como Grupos de Estudo e Bate papos sobre diversos temas.
Confira abaixo a programação completa do Seminário:
Data: 29/10/2010 (sexta-feira)
Local: Auditório Manoel Vereza – CCJE/UFES – Goiabeiras – Vitória/ES
Programação:
08h – Abertura
08h10 – Painel I: “Histórico do Funk” – Cícero Frechiani – Sociólogo/UFES
08h30 – Painel II: “O Funk como elemento da cultura negra” – Jefferson Pereira Júnior – Coordenador do FEJUNES, graduado em Ciências Sociais e Pós-graduado em Segurança Pública /UFES.
09h – Debate
10h – Lanche
10h20 – Painel III: “O Funk contribui para o processo de coisificação da mulher?” – Dra. Sandra Costa – Professora Adjunta do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais /UFES.
10h50 – Painel IV – “O Funk como possível elemento de transformação social” – MC TIM – Coordenador do Projeto Funk da Paz.
11h20 – Debate
12h – Intervalo para Almoço
13h30 – Exibição de Vídeo e Debate
17h – Encerramento, Apresentação Cultural e Confraternização
Maiores Informações:
www.fejunes.org.br
fejunes_es@yahoo.com.br
(27) 9965-1847

2 comentários sobre “Juventude Negra realiza Seminário sobre o Funk”

  1. Pingback: Tweets that mention :: Fazendo Media: a média que a mídia faz :: » Juventude Negra realiza Seminário sobre o Funk -- Topsy.com

  2. Olá pessoal, sou graduado em Direito, Psicanalista (F) e Especialista em Gestão e Segurança Pública e Investigador de polícia. É sem dúvida um excelente curso e, que realmente amplia a visão da problemática da Segurança Pública no Brasil, ai não falamos apenas da polícia, uma vez que Segurança Pública vai muito além da instituição polícia. Acho que hoje temos, nós policiais, que amadurecemos um novo modelo de polícia, com uma carreira bem definida. Acabar com essas carreiras como a de oficial e delegado. Os policiais devem atingir os postos de comando depois de passar por etapas seletivas internas. Assim forçando o policial a ter um melhor desempenho e postura, já se exigindo a qualificação necessária, no início da carreira valorizando a experiência e a técnica.
    Conheço colegas, assim como eu que gastam muito em cursos de graduação e aperfeiçoamento e depois a própria estrutura do Estado não os aproveitam. Penso que a Segurança Pública vem perdendo espaço, proposital, para o seguimento privado, inclusive foi meu tema de Artigo recente e acreditem existem muitos interesses por detrás disso. Quem tiver interesse no assunto meu E-mail é: poalvesm@hotmail.com.

Deixe uma resposta