Haitiano em campanha de solidariedade no Rio de Janeiro

“Chega de ocupação econômica e militar”, é o grito da Campanha de Solidariedade com o Haiti. Não ao país, mas ao povo haitiano, lembra Didier Dominique, coordenador da Batalha Operária, movimento sindical e social que atua nas diversas zonas francas daquele país, em coletiva de imprensa no Rio de Janeiro, na manhã de sexta-feira.

Por Nestor Cozetti – Jornalistas Populares e Brasil de Fato

Deixe uma resposta