Estrangeiro

Eduardo Galeano
Eduardo Galeano
Eduardo Galeano

Num jornal do bairro do Raval, em Barcelona, uma mão anônima escreveu:

O teu deus é judeu, a tua música é negra, o teu carro é japonês, a tua pizza é italiana, o teu gás é argelino, o teu café é brasileiro, a tua democracia é grega, os teus números são árabes, as tuas letras são latinas.
Eu sou teu vizinho. E ainda me chamas estrangeiro?

_________________________
Eduardo GALEANO, em O Caçador de Histórias.

Um comentário sobre “Estrangeiro”

Deixe uma resposta