É dela que lembro

O sorriso grande e feliz. O olhar apaixonado. A gargalhada honesta. Os óculos simpáticos. Seguiu o coração e foi sincera comigo e consigo. Desastrada, quase destruiu a minha casa, mas trouxe pra essa mesma casa algo especial e, de quebra, alguns filmes e jornais. Carinhosa, a garota mais carinhosa. A que disse que me ama. Sexy, um tesão… inteligente, com comentários sempre pertinentes. Boba, que sabe brincar. Sensível, observadora, ótima observadora. É dela que lembro.

Um comentário sobre “É dela que lembro”

Deixe uma resposta