Corrupção é exemplo ilustrativo da mais torpe estratégia do sistema

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

Corrupção sinaliza, entre os humanos

Um limite a que todos estão sujeitos

Mais “prosperam”, mais exibem tais defeitos

Em sistemas de classes, tem mais danos

Os instintos do ter explodem, insanos,

O ter mais se torna lema

Cada qual de si mesmo a cuidar rema

Seu modelo “ideal”: senhor-cativo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Já com séculos de história, o Capital

Acumula e recria estratégias

Auferindo assim vantagens régias

Combinando mil truques, afinal

Recolhendo um temível arsenal

Estes versos se atêm a um só tema

Nas idéias, como atua seu esquema?

Povo em massa transforma em cativo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Qual é, pois, como atua a ideologia?

Como, então, a põem em marcha os dominantes

Como nisto se tornam uns gigantes

Quais seus truques, e manhas que irradia?

A serviço da mesma burguesia

Aqui vamos tratar deste problema

Procurando despir os seus esquemas

Morre o povo, enquanto ele fica vivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

São ideias que movem as pessoas 

Quer almejem o bem, ou visem ao mal

Liderar o pensar é crucial

Influir neste jogo não é à toa

O setor mais ativo guia a canoa

A raiz do enigma, do problema

Nos induz a enfrentar um tal esquema

O moral sustentando sempre vivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Intrigante é a crítica burguesa

Dirigida ao papel do seu Estado

Acusando-o de ser agigantado 

Justo ela que o mantém por sua presa

Da fatiga do erário em sua mesa

O filé do Estado pra ela rema

Abocanha com seus estratagemas

Urge haver um modelo alternativo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Empresários se apossam do Estado

Dependendo também da conjuntura

Não se exibem de cara, na linha dura

Mas, no caso atual, são mais ousados

Seus prepostos se fixam em todo lado

Paulo Guedes é a prova deste emblema

Segurando os banqueiros neste esquema 

Deste truque sutil, mas criativo

Corrupção é exemplo ilustrativo

da mais torpe estratégia do sistema.

 

Cavalar é a dose de hipocrisia

Do agir dos burgueses e seu Mercado

Incriminam sem dó, furtos minguados 

Ocultando a gravíssima sangria

Do filé do erário se apropria

Obtendo isenções, sonega esquema

Seus impostos devidos são emblema 

Quando o cerco se fecha, são furtivos

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

O padrão governança é a propina 

O importante é fazê-lo às escondidas

Esperteza é o segredo das “medidas”

Algum dia, porém, a coisa mina

E fracassam as aves de rapina

Quase nunca, porém, o estratagema

Ameaça a voraz classe suprema

Veem o cisco, poupam o crime mais nocivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

O mercado e o Estado são parceiros

Cuja marca não poupa as falcatruas

Corrupção é também uma praxe sua

Seus negócios são sempre sorrateiros

Tudo fazem a punir os derradeiros

Seguem firmes, em seu estratagema 

Com medidas injustas e extremas

Representam o Império que é lesivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

A baliza do Império é bipolar

Sua ética só lhe indica o que convém

Aos de fora, só chicote;  aos meus, o bem

Não hesitam o povo esfolar

A “reforma” atual é exemplar

Seu sistema de dívida é uma algema

Extorsivos os seus juros, eis o esquema

Evitando que o povo seja ativo

Corrupção é um exemplo ilustrativo

da mais torpe estratégia do sistema


Lava-jato nenhuma é capaz

De alvejar a raiz da corrupção

Sendo estéril seu alvo, qual então

Seu papel, neste jogo e outros mais?

Ao sistema servir de capataz!

Ao focar no miúdo do esquema

Propagando a verdade ter por lema

Desviando a atenção do vero crivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Bolsonaro é expressão do mesmo enredo

Do projeto da própria burguesia

No detalhe se excede, se desvia

Eficaz se mostrou, e desde cedo

Na campanha se uniram, sem qualquer medo

A postura do chefe às vezes extrema

Desagrada, extrapola e traz problema

O projeto econômico é decisivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

No que toca à essência, a coisa anda

No Congresso, respaldo não lhe falta

Tem apoio expressivo, a base é alta

Bolsonaro “distrai”, prospera a banda

Mesma elite, afinal, é quem comanda

Neste ínterim, concebem um emblema

“Frente Ampla” é tirada de cinema

E assim, vão levando o morto-vivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Não respeita o Brasil e os brasileiros

Quem destrói nossas matas e florestas

Continência a estranho chefe presta

Idolatra o Império e seus parceiros

Não se empenha em projeto alvissareiro

O país é refém, e com algemas 

Complicando ainda mais seu dilema 

Ameaça letal pra quem é altivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Todo tipo de furto nos deprecia

Inclusive os famosos mais recentes

Envolvendo empreiteiras, mais agentes

Toda a soma, porém, desta sangria

É o assalto maior da burguesia

Cujos truques superam os de cinema

É aí que reside o tal problema 

Que nem sempre alcança o nosso crivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

 

Espantosa é a massa digital

De notícias que correm mundo afora

Uma espécie de caixa de Pandora

Circulando ao sabor do Capital

Com efeito inclusive eleitoral

Na Hungria, Polônia, o mesmo esquema

Deste “ovo”, o Brasil detém a gema

Este truque se mostra destrutivo

Corrupção é exemplo ilustrativo

Da mais torpe estratégia do sistema

Deixe uma resposta