Combativo protesto percorre as ruas do Rio de Janeiro no Dia Internacional da Mulher Proletária

Por Patrick Granja / A Nova Democracia

No último dia 8 de março, centenas de mulheres camponesas, operárias, estudantes e lutadoras do povo caminharam pelas ruas do Centro do Rio de Janeiro em uma combativa manifestação no Dia Internacional da Mulher Proletária. Organizado pelo Movimento Feminino Popular, o ato teve como sua principal bandeira a punição para os torturadores do regime militar. Cerca de 400 pessoas participaram da manifestação, que saiu do Campo de Santana e terminou em frente ao Clube Militar. No local, inúmeras intervenções denunciaram os crimes do regime militar e lembraram a importância do Dia Internacional da Mulher Proletária. No final do ato, o Clube Militar foi alvo de várias garrafas com tinta vermelha. Cor do sangue de milhares de heróis do povo brasileiro, derramado durante vinte anos nos sombrios porões do regime militar fascista.

Deixe uma resposta