Colômbia: arquivo 2000-2003

Colômbia, Uribe fracassa

27/10/2003. O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, teve nesse final de semana dois fracassos políticos. Com quase 98% das urnas apuradas até o final da noite de ontem, o referendo popular, promovido por ele no sábado, não tinha obtido o quorum mínimo necessário. Na eleição regional de ontem, Uribe também foi derrotado. Em Bogotá, venceu Luiz Eduardo Gárzon, considerado o Lula colombiano. (correio braziliense, págs. 1 e 12)

Colômbia, tráfico é dono de metade das terras mais produtivas

2/9/2003. Um estudo do tribunal de contas da Colômbia revelou que 48% das terras mais produtivas do país estão nas mãos de narcotraficantes, informa hoje o jornal ‘El Tiempo’. Segundo o diário, no total são quatro milhões de hectares avaliados em 2,4 bilhões de dólares e situados principalmente no chamado eixo cafeteiro, que compreende os departamentos de Quindío, Risaralda e Caldas, no centro-oeste do país.

Nos departamentos de Córdoba, Magdalena e Guajira sobre o Caribe colombiano, no norte; no Vale do Cauca (sudoeste), Antioquia (noroeste) e Tolima (centro), informa o jornal, “se concentrou a maior parte da atividade ‘agrícola’ dos traficantes de droga”. agência efe e jb online aqui

Colômbia, Ingrid Betancourt pretende ser resgatada

1/9/2003. A antiga candidata presidencial ecologista Ingrid Betancourt pediu ao Governo colombiano que tome a decisão de proceder a uma operação militar para resgatar os civis sequestrados pela guerrilha. Num vídeo entregue sábado à noite à cadeia de televisão Noticias Uno, Ingrid – raptada há mais de um ano e meio pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) – deu assim a sua primeira prova de sobrevivência desde um anterior vídeo, de Julho do ano passado. jornal digital aqui

França, Operação 14 de Julho

31/7/2003. O Brasil está exigindo desculpas da França por não ter sido informado sobre a chamada Operação 14 de Julho, uma frustrada tentativa de resgatar a ex-candidata à presidência da Colômbia Ingrid Betancourt, seqüestrada pelas Farc há um ano e meio. Na operação, um avião francês pousou em Manaus com agentes secretos sem que o governo brasileiro fosse informado. (pág. 1 e A15) [A revista CartaCapital acompanhou o caso com exclusividade em suas duas últimas edições]

Aumentam violações a direitos humanos por governo colombiano [19/03/2003]

occidental petroleum corporation
Vice Al Gore tem ações de empresa de petróleo acusada de ocupar terras habitadas por indígenas

(…) Na convenção do Partido Democrata [em 2000], em Los Angeles, quando sua candidatura a presidente foi oficializada, Al Gore foi alvo de um protesto organizado por colombianos. Motivo: o vice-presidente dos EUA, que se diz um defensor do meio ambiente, é um dos acionistas da Occidental Petroleum Corporation, multinacional acusada de ter ocupado terras habitadas há quase três mil anos pelos índios colombianos u’wa, que hoje somam cerca de cinco mil pessoas. Para os u’wa, o petróleo tem um significado místico: é o sangue materno. Matéria de Florência costa, de Bogotá, para a revista ISTOÉ número 1613, de 25/8/2000..[+]

Deixe uma resposta