Biblioteca: Laerte Braga (2001 a 2003)


A volta do Fernandinho
27 de outubro, 2003. (…) Existe um dado importante na resposta que o ministro José Dirceu deu a FHC. O ministro, desde o primeiro momento do choque com o quadrilheiro tucano, dá sinais que percebeu estar sendo engolido pelo que chamam núcleo duro do governo. A turma da grana. Leia mais

Lula Futebol Clube
14 de outubro, 2003. Se há uns cinco meses atrás alguém medisse forças com o ministro chefe do Gabinete Civil, José Dirceu, iria direto para o inferno sem passagem pelo purgatório. Dirceu hoje não entra em dividida. Sabe que foi comido pelas beiradas pelo núcleo neoliberal do governo. Leia mais

A importância dos fóruns sociais para o movimento popular
12 de outubro, 2003. Os fatos que marcam a construção do I FSB merecem uma reflexão sobre o significado dos fóruns sociais, hoje um processo de mobilização permanente e capaz de contrapor-se à mesmice da luta institucional que, muitas vezes, abriga integrantes de um clube de amigos e inimigos cordiais. Leia mais

Herança maldita
29 de agosto, 2003. Atribuir o inevitável fracasso do primeiro ano de governo Lula à herança maldita de FHC (a expressão está incorporada ao domínio público) tem um quê de verdade, mas tem muito mais que isso, outro quê de má fé. Leia mais

O Supremo e a Reforma Agrária
15 de agosto, 2003. A decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) transcende, lógico, ao fato em si, a desapropriação da fazenda Southal, atinge em cheio os propósitos de reforma agrária mas, principalmente, consolida aquilo que o sindicalista Demerson Dias afirmou em artigo divulgado a várias listas de discussões da rede mundial de computadores: “a decisão do STF é a convicção das elites”. Leia mais

Quando os jornalistas são importantes
10 de agosto, 2003. Mais importantes que os jornais. O segredo de um bom jornal, nos dias de hoje, quando a leitura é mero adereço para a classe média entupida de verdades distribuídas pela Globo e pela Veja, é um bom jornalista, ou dois bons jornalistas, ou muitos bons jornalistas. Leia mais

Governo complicado
19 de julho, 2003. O pior negócio que o governo Lula poderia ter feito fez: tentar ser cópia de FHC no quesito confiabilidade. Isso em relação ao capital estrangeiro, às fórmulas salvadoras do FMI. Confundiu confiabilidade com subserviência. Como resultado, meteu-se numa grande entaladela e até agora não se mostra capaz de sair. Leia mais

O deserto e seus temores
20 de junho

O Caso Banestado, ou quando o crime compensa
16 de junho

Quem acredita em Tony Blair…
10 de junho

Cada dia mais difícil
6 de junho

O ex quase
1 de junho

Os velhos tempos
26 de maio

Os terroristas
19 de maio

O governo Lula começa a acabar
12 de maio

Empurrar com a barriga
19 de abril

Reforma da Previdência: achaque dos tempos de FHC
7 de abril

“São dois pra lá, dois pra cá”
25 de março

O que Bush quer de fato?
1 de março

Torcer, é o que nos resta
15 de fevereiro

Lula entrou na briga
12 de fevereiro

Arquivo | 2002

O tucano endoidou de vez
14 de novembro

“Globo”: uma história de fraudes, mentiras e poder
12 de março

O fascismo ressureto em Israel
11 de março

E a Ford? ACM vai fazer o quê?
6 de março

Fernando Henrique, o homem dos bancos
24 de fevereiro

Copolla teria inveja. Marlon Brando? Nem pensar
16 de fevereiro

A turma está colocando a cara para fora
15 de fevereiro

Golpe de estado
14 de fevereiro

Paulo Renato, o ministro do Banco Mundial
13 de fevereiro

O desafio da comunicação
12 de fevereiro

A violência começa no governo FHC
20 de janeiro

O plebiscito sobre a Alca
19 de janeiro

O melhor negócio do mundo é banco: o crime legalizado
7 de janeiro

O lobo e o cordeiro
1 de janeiro

Arquivo | 2001

“Não chores por mim” Brasil
20 de dezembro

A mídia, o Afeganistão e Israel
17 de dezembro

Insanidade
11 de dezembro

Paulo Renato não sabe nada
6 de dezembro

Montes de estrume
5 de dezembro

A pesquisa da “Folha” e as mudanças na CLT
2 de dezembro

“Nada pior que ex”
30 de novembro

O painel eletrônico e Inocêncio Oliveira
29 de novembro

Os chatos
28 de novembro

Um monte de luzes
26 de novembro

“…Ditador moleque… valentão de meia tigela…”
23 de novembro

Farsa democrática
22 de novembro

“Casa dos artistas”, “No Limite”, Soninha e “Casseta e Planeta”
21 de novembro

A conquista da Copa e o banqueiro
21 de novembro

O jogo de pôquer de FHC
14 de novembro

Considerações sobre a pior dentre as piores quadrilhas
13 de novembro

O laranja, o laranjinha e as “laranjetes”
3 de novembro

A morte pela vida
1 de agosto

Deixe uma resposta