Alcoolismo

Texto do aluno do NPC 2011, Ricardo Felix

 

O alcoolismo é uma doença que se manifesta na maneira incontrolada de beber da vítima. É uma doença progressiva que, se não for tratada, torna-se mais violenta com o passar do tempo. Isola suas vítimas num abismo que tem duas saídas: a loucura ou a morte prematura. Além do mais, é incurável. Uma vez que uma pessoa se torne alcoólatra, sempre o será. Mesmo depois de muitos anos de abstenção, poderá voltar a beber “socialmente”. Logo estará bebendo mais do que antes. Igualmente a outras doenças incuráveis, o alcoolismo pode ser detido em sua marcha.

O mundo sabe, porque pode ver com seus próprios olhos, os que bebem moderadamente não desequilibram as suas vidas. Já a bebida exagerada não deve ser vista com indiferença.
O alcoolismo não está na garrafa. Está no HOMEM.

Qualquer pessoa pode cair vítima desta doença, que ataca indiscriminadamente o ser humano a despeito de cor, sexo ou idade. O fato é que ataca seres humanos e não a certos grupos, níveis ou classes da sociedade.

ALERTA ESPECIAL: Nunca se deve por remédios (como Abstenil, Antabuse e Anti-etanol) na sopa ou comida de um alcoólatra sem ele saber. Sobretudo se sofre do coração. Esses remédios ajudam unicamente quando o alcoólatra os toma conscientemente.

Um tratamento físico para desintoxicação de seu organismo, na maioria dos casos, reconstituirá o corpo do alcoólatra em menos de uma semana. Embora casos mais graves possam requerer uma internação mais prolongada. De forma alguma, se constituem em cura. São de grande valor na preparação física e mental do alcoólatra, para que ele compreenda e adote um programa de recuperação.

Deixe uma resposta