A festa de Cabral, Cavendish e secretários em Paris

A festa no restaurante: Sérgio Cortes, Cavendish, um amigo e Wilson Carlos. Foto: Blog do Garotinho

O ex-governador Anthony Garotinho publicou com exclusividade na tarde desta sexta, 27, em seu blog, fotos inéditas de festas e momentos de descontração do governador Sérgio Cabral (PMDB), seu adversário, com secretários e o dono da Delta Construções, seu amigo Fernando Cavendish.
Numa das fotos, eles aparecem com as toalhas de mesas enroladas nas cabeças, dentro de um luxuoso restaurante, comemorando. Em outra, imitam a dança da “boquinha da garrafa”, segundo relatou a Garotinho sua fonte.
Entre os presentes nas farras pelas ruas de Paris estão flagrados nas fotos o chefe da Casa Civil do governo, Régis Fichtner – responsável pelas auditorias dos contratos da Delta no governo – o secretário de Saúde, Sérgio Cortes, e secretário de Governo, Wilson Carlos, e amigos.
O blog do político não informou as datas das fotos. Assim , não é possível confirmar se havia agenda oficial ou não. E há um mistério: para alguém tão próximo do grupo ter dado o material a Garotinho, é porque mudou de lado.

Em nota, o governo do Rio informou: “Com relação a fotografias veiculadas na Internet nesta sexta-feira (27/04) que mostram o Governador Sérgio Cabral e secretários de Estado em Paris, o Governo do Rio de Janeiro informa que: Em missão oficial à França realizada nos dias 14 e 15 de setembro de 2009, o Governador Sérgio Cabral participou do lançamento do ‘Guia Verde Michelin Rio de Janeiro’, na Embaixada do Brasil em Paris; participou de encontros de trabalho para a então campanha pelas Olimpíadas de 2016 no Rio; e fez palestra na Câmara de Comércio Brasil-França para investidores franceses. Entre os seus compromissos oficiais, o Governador recebeu, no dia 14, a condecoração máxima do Governo da França: a Légion d’Honneur, no Senado daquele país. Coube ao Presidente do Senado francês, Gerard Larcher, fazer a entrega”.
(*) Reproduzido do blog Coluna Esplanada, do jornalista Leandro Mazzini.

Deixe uma resposta