A EDUCAÇÃO SUPERIOR ESQUECIDA PELO GOVERNO E PELO PT

É lamentabilíssimo que o governo de Dilma Rousseff, que teve um apoio maciço da população, por se pensar que fosse prosseguir na linha da inclusão social iniciada pelo governo Lula, esteja contrariando frontalmente esta perspectiva.

Aposta-se num Brasil para fora, um Brasil de costas para o seu povo. Um Brasil que olha para as Nações Unidas, para o Conselho de Segurança de um organismo que, supostamente nascido para impedir as guerras no mundo, acoberta ma após outra, cada uma das invasões e agressões que o imperialismo vem perpetrando pelo mundo afora. Não é esse o mandato das urnas, Sra Presidente.

E adoto o tom cuidadoso que o poder impõe aos cidadãos. Era tudo sorrisos durante a campanha, e agora não conversa com os professores, seguindo a linha de FHC, o “intelectual” que pediu como Figueiredo, para ser esquecido. Esqueçam o que escrevi, disse FHC. Me esqueçam, disse Figueiredo. Esqueçam o que disse, dirá a Sra Presidente da Nação, Dilma Rousseff?

Eu não creio estar pedindo algo indevido. Os professores e professoras do Brasil, que FHC chamara de vagabundos, agora são mais uma vez desrespeitados, por um governo que diz ser “dos trabalhadores”. Quais trabalhadores? Não os da educação superior, certamente.

O Brasil tem memória, embora as classes dominantes pensem o contrário. Delfim Netto, o ministro da ditadura, dizia que o bolo devia crescer, para depois ser dividido. A sra pensa do mesmo modo, sra Presidente?

Pois há todo um país que irá lhe cobrar, irá cobrar do PT, a dívida que estão contraindo com a população, com a educação, com o futuro deste país. Não adiantam conferências como a Rio = 20, elogiarem um Brasil de uns poucos, enquanto o Brasil real continua depredando a sua população.

O futuro irá lhe cobrar, sra. Presidente. E o futuro somos nós. Não pensem em nós apenas em tempos de eleições. O nosso tempo é um tempo finito, um tempo que termina. O seu também, embora talvez não pense assim. Mas o ofício de educar impõe o dever de denunciar. Denunciar e mobilizar, para não entegar o futuro aos bancos, ao grande capital, à sedução com que o imperialismo compra a ética dos nossos governantes. Estamos de pé.

2 comentários sobre “A EDUCAÇÃO SUPERIOR ESQUECIDA PELO GOVERNO E PELO PT”

  1. Acho que professores Universitários precisam ganhar super-bem e que os R$7000,00 de salário base é até pouco para quem tem doutorado. Mas este papo de “educação abandonada pelo governo e o PT” é papo de quem tem a memória curtinha demais. E isso é perigoso…

  2. Pingback: A educação superior esquecida pelo governo e pelo PT | Debates Culturais – Liberdade de Idéias e Opiniões

Deixe uma resposta