A denúncia ao anúncio vem colada, é da práxis vital do Nazareno

A denúncia ao anúncio vem colada, é da práxis vital do Nazareno

 

A investida das forças de Direita

No Brasil e no mundo, em geral

Grande parte você deve deste mal

Em porções expressivas vem afeita

A pessoas dizendo-se já eleitas

Por Jesus já não sendo tal aceno

Esta gente incide em engano pleno

Mentem a si e pra Deus: não ganham nada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

No Brasil, o conjunto de tragédias

(Pandemia, ambiente, economia…)

Na política, a cultura se esvazia

Tendo as forças cristãs como intermédias

Conferindo às elites suas rédeas

Controladas por chefe obsceno

E cristãos apoiando-o, no terreno

Ao país inflingindo uma guinada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Apoiar Bolsonaro e seu governo

É trair o Nazareno e seu legado

Quem Jesus defendia? Os abastados?

Ou os sem-teto vivendo no inferno?

Opulentos, em apoio ao desgoverno?

Os indígenas, de hábitos amenos

Ou garimpos que na terra põem veneno?

Povo negro ou quem sua terra invada?

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Protestantes, Católicos, em apoio

A governo ecocida negam a fé

A trair o Evangelho chegam até

Pois assim, só espalham mais o joio

Transformando a Missão em reles choio

Na Missão de Jesus fazendo dreno

São igrejas voltadas para seu pleno

São pastores e clérigos de manadas

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

A tragédia infame se aprofunda

A direita de vez. virou extrema

Confirmando o carácter do seu lema

Só Mamon idolara: é imunda

Emilita em vão  quem a secunda

O sistema, por inteiro é obsceno

Bolsonaro é ’’pastor’’ que dá veneno

Aos humanos, às plantas e a manada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Jesus veio servir, não ser servido

Evangélicos só querem o poder

Um contraste é vidente vêm à ter

À mensagem evangélica negão ouvido

Com discurso arrogante, Atrevido

Seu dizer até pode ser Ameno

Seu agir, no entanto, é um veneno

São pastores de crime que ao céu brada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Os profetas nos chamam de volta a fonte

Dentre elas e eles, José Comblin

A instaurar uma vida nova e sã

Não é surpresa que ele nos a ponte

Em seu livro já póstumo, tal Horizonte

O agir de Jesus é sempre pleno

Até mesmo Seu fardo vem ameno

Do Espírito seguimos a Toada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Jesus vem como artífice da paz

Bolsonaro semeia o armamento

É cercado de grupos violentos

Como podem cristãos seguir atrás

Justamente de quem o contrário faz?

De amor verdadeiro Jesus é pleno

Grave abate da Esquerda, duro aceno

Confiar na Direita é só roubada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Nesta página ecológica, vêm escritos

Conteúdos proféticos impactantes

Concitando os cristãos a irem adiante

Assumindo tarefas, não só ditos

Indo além dos dizeres mais bonitos

Ao apelo da fé seguir sereno

Se me curvo à verdade, não me alieno

Quem seguir a Jesus, supera fadas

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Tradição de Jesus mantém central

O lugar que é do pobre, em Seu Reinado

Já está dentro como privilegiado

Mas os outros também tem seu aval

Desde que abram mão do Capital

Do Evangelho jamais se torne um dreno

Confiante em Jesus, caminho pleno

Jovem rico não seja sua mirada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Quem na ação e esperança persevera

Não se rende ao temor, à omissão

Mas, insiste, persiste, não fazem vão

Se empenha em plantar uma nova era

Desde já vai trilhando via sincera

Por justiça, pão e paz, luta sereno

Não importa país, povo ou terreno

Com coragem, avança nesta empreitada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

Sua proposta é de vida em plenitude

Menos culto, sacrifício, adoração

Mais serviço e partilha Lhe agradarão

Nesta linha, que Ele nos ajude

A mostrar juntos ao pobre mais atitude

Que o Amor nunca possa ser de menos

Pois com ele jamais eu me alieno

Dia a dia se mostra essa jogada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

As centenas de normas da Lei Antiga

Os seus chefes sabiam-nas de cor

Delas fazem seu ponto de apoio mor

Pra que o povo dos pobres a elas siga

Só repetem preceitos de sua liga

Seu agir o sistema mantém pleno

Tudo quanto Jesus diz: “Eu condeno”

Os seus chefes só visam sua escalada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

 

“Não!” à ordem existente Jesus diz

Ele vem nos propor um mundo novo

De justiça, de paz, pra todo o povo

Do sistema do mal mostra a raiz

Suas ações por Mamon se mostram vis

Quem ao Reino é fiel, é mais sereno

Do poder se aproxima sempre menos

Ao serviço se voltam, em disparada

A DENÚNCIA AO ANÚNCIO VEM COLADA

É DA PRÁXIS VITAL DO NAZARENO

João Pessoa, 9 de fevereiro de 2021

Um comentário sobre “A denúncia ao anúncio vem colada, é da práxis vital do Nazareno”

Deixe uma resposta