Dados sobre concessões de rádio e TV são publicados na internet

Publicado no ‘Em Questão’ (do Governo Federal) A lista dos sócios e dirigentes das emissoras comerciais de TV e rádio em todo o Brasil foi divulgada pelo Ministério das Comunicações na internet. A medida tem o objetivo de dar mais transparência à administração das emissoras do País e contar com o apoio da sociedade para […]

Categorias
Opinião

Esse a TV não mostra

Por Carlos Latuff

Categorias
Opinião

Cabo de guerra

Há coisa de dois meses, a Anatel resolveu que para uma empresa ter operação de TV a cabo não precisará mais vencer um processo de licitação. Terá apenas que pedir a outorga e demonstrar capacidade finaceira e técnica para manter a operação no ar que ganhará a concessão e poderá ir em frente. Basicamente, isso ajuda às teles, que há muito tempo procuram uma forma de ter oeprações de TV paga a cabo (algumas já têm por DTH), algo que é o pesadelo dos radiodifusores tradicionais. A esperança das teles era (é ainda) o PL-29, mas como esse anda a passos de tartaruga manca, a Anatel adiantou-se e definiu pela abertura ampla, geral e irrestrita das outorgas (…)

Categorias
Mídia Opinião

Alerta laranja

Está ficando realmente muito feia a coisa. A perda de credibilidade do jornalismo brasileiro – muito por causa dos próprios jornalistas – está começando a passar para o desrespeito puro e simples. Ontem, não vi o jogo em que o Fluzão assumiu a liderança do Brasileiro. Chegando em casa tarde, liguei a TV para ver […]

Categorias
Opinião

“Este é o país do futebol”

Hilária matéria do NYT tenta explicar porque os coleguinhas que cobrem futebol no Brasil são tão… trepidantes. Leia aqui

Categorias
Opinião

Determinismo tecnológico e os acadêmicos de plantão

Os “acadêmicos” de plantão nas grandes redações precisam ter um pouco mais de rigor científico. Andaram divulgando por aí, com enorme felicidade, que “96% das informações novas (nunca noticiadas até então) surgem em meios tradicionais (jornais, revistas, TV, rádio)” e que as novas mídias não colaborariam tanto assim para a disseminação das tais “informações novas”. […]

Sair da versão mobile