OEA pede o fim da revista vexatória e a redução da superlotação no Complexo Penitenciário Aníbal Bruno, em Pernambuco

A Corte Interamericana concedeu medidas provisórias, na qual o Brasil deve se comprometer em garantir a vida e a integridade física dos detentos. As péssimas condições dos presídios brasileiros levaram, mais uma vez, a Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) a conceder medidas provisórias contra o Brasil. Desta vez, o […]

Categorias
Opinião

OEA pede o fim da revista vexatória e a redução da superlotação no Complexo Penitenciário Aníbal Bruno, em Pernambuco

A Corte Interamericana concedeu medidas provisórias, na qual o Brasil deve se comprometer em garantir a vida e a integridade física dos detentos.

Categorias
Opinião

Brasil faz feio na OEA

Em audiência na Organização dos Estados Americanos sobre repressão a protestos, governo desconversa e não responde acusações sobre excessos.

Categorias
Opinião

Governo brasileiro terá que explicar à OEA violência institucional nas manifestações

Serão apresentados no dia 28 de março mais de 200 casos de violações de direitos humanos ocorridas durante os protestos.

Categorias
Brasil

Povos indígenas: Governo brasileiro é denunciado na OEA e criticado na ONU

Em Washington, povos indígenas e quilombolas, além de organizações de direitos humanos e indigenistas, relataram as violações cometidas contra populações originárias e tradicionais durante audiência na Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA). Na Organização das Nações Unidas (ONU), mais denúncias e recomendações ao governo.

Categorias
Opinião

Organizações encaminham a ONU e OEA relatório reportando violação de direitos humanos ocorridas no despejo da Comunidade de Pinheirinho, no interior de São Paulo

Participantes da audiência pública realizada na noite desta segunda (30/1) na Câmara Municipal de São José dos Campos, São Paulo, receberam o documento, que registra uma série de violações de direitos humanos no despejo de centenas de famílias por forças policiais na manhã de domingo, 22 de janeiro.

Sair da versão mobile